Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DVD

DVD

Críticas: A Vila (The Village)

lumiere4xb.jpg


A Vila


Realizador: M.Night Shyamalan


Actores: Bryce Dallas Howard, Joaquin Phoenix, Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver.


Especificações:


Vídeo: Widescreen 1.85:1 anamórfico


Áudio: Dolby Digital 5.1 em Inglês e Português (do Brasil)
            Inglês DTS


Duração: 108 min


Legendas: Português, Inglês, Islandês, Holandês, Sueco, Norueguês, Dinamarquês, Finlandês, Estónio, Lituano, Letão, Inglês para Deficientes Auditivos.


Extras:

Menus Interactivos
Índice de Cenas
Documentários
Cenas Eliminadas
Galeria de Fotografias


Sinopse:

M. Night Shyamalan, o realizador nomeado para um Oscar da Academia que trouxe até nós filmes como O Sexto Sentido, O Protegido e Signs - Sinais, está de regresso com A Vila; um filme repleto de mistério e tensão, com um elenco notável, no qual se destacam nomes como Joaquin Phoenix, Sigourney Weaver, Adrien Brody e William Hurt.
O filme conta a fantástica história de uma vila isolada confrontada com a inacreditável realidade que se esconde no seu perímetro. À primeira vista, a vila é uma pacata e idílica comunidade, mas os seus habitantes vivem assombrados por criaturas que acreditam esconderem-se nos bosques limítrofes.
As forças malignas são tão perturbadoras que os habitantes não ousam sequer explorar o que está para além da vila. Quando o curioso Lucius Hunt decide investigar os bosques, em direcção ao desconhecido, o futuro da vila vê-se ameaçado, para sempre...



O Filme:



M. Night Shyamalan, que já nos tinha presenteado com três obras espantosas, está-se a tornar um dos melhores realizadores da actualidade e continua em grande com uma das suas obras mais espantosas: The Village.
 A acção do filme decorre numa vila isolada, aparentemente do século XIX, que está rodeada por bosques onde habitam criaturas temíveis. Vive-se numa época de tréguas, em que os habitantes das criaturas não entram nos bosques e as criaturas não os atacam.
 A crítica americana desprezou o filme principalmente porque não tem um twist final tão forte e chocante como acontece com os outros filmes do realizador. Porém, eu penso exactamente ao contrário: o twist está lá, de facto, mas é absolutamente secundário, sendo o mais importante a complexidade do próprio argumento, preocupando-se principalmente em contar uma das mais belas e espantosas histórias de amor dos últimos anos. E mais que um filme de suspense ou de terror, The Village é uma história de amor que aborda também o tema do medo e de como este funciona na sociedade, com cenas absolutamente arrebatadoras, como aquela em que Ivy e Lucius trocam juras de amor no alpendre da casa dela, ou aquela em que Ivy fica à espera de Lucius durante o primeiro ataque das criaturas, entre outras.
 Todo o elenco está muito bem, destacando-se a estreante Bryce Dallas Howard, que tem uma das melhores interpretações do ano, que faz dupla com Joaquin Phoenix, que também tem uma boa representação. O filme conta também com um excelente elenco de secundários, como Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver e Brendan Gleeson.
 Tecnicamente é espantoso. A encarnação da época é perfeita, com um guarda-roupa de Ann Roth apropriado e uma direcção artística muito bem trabalhada. A fotografia é das mais belas do ano, com um contraste de cores que resulta na perfeição. O filme conta também com a melhor banda sonora que James Newton Howard alguma vez compôs.


Classificação do filme:


 5.jpg


Os Extras:



A edição em DVD inclui alguns extras que, apesar de curtos, são muito interessantes. Tem uma série de mini documentários, como põe exemplo, Filmando A Vila, em que Shyamalan explica a escolha de alguns planos e outros aspectos de realização; Elenco, em que se explicam as escolhas dos actores; Campo de Treino, um dos mais interessantes, em que se mostram algumas situações pelas quais os actores passaram para se adaptarem ao modo como se vivia na época representada no filme; Montagem & Som; A Banda Sonora de A Vila; Aqueles de quem não Falamos, também um dos mais interessantes, em que ficamos a saber como nasceram as criaturas; algumas cenas eliminadas; Diário de Bryce, onde a actriz explica sucintamente a sua experiência; um filme doméstico de M. Night Shyamalan, com cerca de três minutos e inspirado em Indiana Jones e uma galeria de fotografias de produção.
 A um preço relativamente baixo, é um DVD que vale a pena comprar por ser um dos melhores filmes do ano passado e por ter alguns extras interessantes.



Todos os extras se encontram legendados em português.


Classificação dos Extras:


 3,5.jpg


Crítica escrita por: Miguel Galrinho

Prémios Lumière 2005 - Os Vencedores

lumiere4xb.jpg

Aqui estão finalmente os vencedores da primeira edição dos prémios Lumière. O grande vencedor acabou por ser Eternal Sunshine of the Spotless Mind (O Despertar da Mente) que teve quatro nomeações. Em baixo está a lista completa dos vencedores, assim como dos segundos classificados. Cada filme vencedor é ainda acompanhado com algumas frases dos membros da Academia.

MELHOR FILME

O Despertar da Mente (Eternal Sunshine of the Spotless Mind)


Simplesmente genial. A grande obra prima de 2004 - Miguel Lourenço Pereira

Eternal Sunshine provou que filmes podem falar de romance de uma maneira
simples sem utilizar os habituais clichês do género. - Gabriel Carneiro

Um filme que toca fundo no coração de quem o viu. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Lost in Translation)


MELHOR REALIZADOR

Quentin Tarantino (Kill Bill vol.2)


Tarantino é um génio. - Gabriel Carneiro

Só um génio seria capaz de fazer um filme com tantas referências ao cinema
e ainda fazer um filme como Kill Bill. - Alexandre Barbosa

A sua realização adapta-se totalmente aos diferentes ritmos como mais
ninguém consegue fazer. - Pedro Serra/Fernando Campos

A originalidade e génio de Tarantino marcam realmente a diferença. - João Farinha

(2º Lugar - M. Night Shyamalan (A Vila))


MELHOR ACTOR

Bill Murray (Lost in Translation)


O olhar de Murray num dos cartazes de Lost in Translation diz mais que
mil palavras.- Fernando Campos/Pedro Serra

À primeira vista parece uma interpretação algo contida, mas só até
repararmos como Murray consegue passar ao espectador tantas emoções sem ter
de dizer uma palavra, só através de pequenos gestos ou de um olhar. - João
Farinha

 (2º Lugar - Jim Carrey (O Despertar da Mente))


MELHOR ACTRIZ

Kate Winslet (O Despertar da Mente)


Não se via uma performance tão carnal desde os dias de glória de
Elizabeth Taylor. - Miguel Lourenço Pereira
Winslet encarna a personagem do ano. - Gabriel Carneiro

(2º Lugar - Bryce Dallas Howard (A Vila))


MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Benicio del Toro (21 Gramas)



Não se viu este ano raiva, emoção e devoção condensados de forma tão
perfeita como a da performance de Del Toro em 21 Gramas. - Miguel Lourenço
Pereira

Del Toro tem uma entrega total ao seu papel em 21 Gramas, numa interpretação impressionante. João Farinha

(2º Lugar - David Carradine (Kill Bill vol.2))


MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Darryl Hannah (Kill Bill vol.2)

Mais um come-back genial de Tarantino. - Alexandre Barbosa

Daryl Hannah irradia perversidade e ódio pela heroína de modo
inesquecível. Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Irmã P. Hall (Ladykillers))


ACTOR REVELAÇÃO

Freddie Highmore (À Procura da Terra do Nunca)

O child-actor do ano. - Pedro Serra/Fernando Campos

Com apenas 12 anos a sua representação em Finding Neverland mostra uma
maturidade notável para a sua idade. - João Farinha

(2º Lugar - Rodrigo de la Serna (Diários de Che Guevara))


ACTRIZ REVELAÇÃO

Bryce Dallas Howard (A Vila)


Que grande interpretação oferece Bryce Howard. Com apenas um filme já promete ser uma das grandes actrizes da sua geração. - João Farinha

Bryce dá show em The Village. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Scarlett Johansson (Lost in Translation))


MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

O Despertar da Mente (Eternal Sunshine of the Spotless Mind)

Obrigado Kauffman. - Alexandre Barbosa

Kauffman é sem dúvida o maior argumentista dos nossos dias. - Miguel
Lourenço Pereira

Com este argumento Kaufman consegue abordar o amor de uma maneira original, o que não é fácil, mas mais importante, de uma maneira mais verdadeira e inspirada que algum filme até hoje. - João Farinha

(2º Lugar - Lost in Translation)


MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

À Procura da Terra do Nunca (Finding Neverland)


Um filme que faz o coração mais duro soltar uma lágrima. - Miguel Lourenço
Pereira

(2º Lugar - O Grande Peixe)


MELHOR DOCUMENTÁRIO

Fahrenheit 9/11


Fahrenheit é um grande obra de cinema. - João Farinha

Nunca mais ninguém vai voltar a olhar para Bush da mesma maneira. - Miguel
Lourenço Pereira

(2º Lugar - Capturing the Friedmans)


MELHOR FILME ANIMADO 

Incredibles - Os Super Heróis(The Incredibles)


Além de um sucesso de marketing, a família Incredible é o símbolo da
criatividade e competência da Pixar. - Fernando Campos/Pedro Serra

The Incredibles vai directamente para a minha lista de filmes absolutamente
perfeitos, tão perfeito quanto um filme pode ser. - João Farinha

 (2º Lugar - Belleville Rendez-Vous)


MELHOR BANDA SONORA

Lost in Translation


Sofia Copolla consegue fazer da sua banda Sonora um dos grandes albums de
2004. Juntar singles como Alone in Kyoto, Too Young ou Just Like Honey é de
pedir e chorar por mais. - Miguel Lourenço Pereira

Palavras para quê? - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - A Vila)


MELHOR TEMA

Everybody´s Gotta Learn Sometimes - Beck (O Despertar da Mente)


Com este tema, Eternal Sunshine consegue um dos finais mais perfeitos da
história do cinema. Saímos da sala com a lágrima no olho, muito por culpa de
um senhor chamado Beck. - Miguel Lourenço Pereira.

(2º Lugar - Just Like Honey (Lost in Translation))


MELHOR MONTAGEM

Kill Bill vol.2


Não existe um segundo a mais no filme de Tarantino. - Fernando Campos/Pedro
Serra

(2º Lugar - Eternal Sunshine)


MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA

O Fantasma da Ópera (Phantom of the Opera)


Joel Schumacher transporta de forma genial o universo de Andrew Lloyd Webber para o cinema, fazendo deste Phantom um dos filmes do ano. - Miguel
Lourenço Pereira

(2º Lugar - Cold Mountain)


MELHOR CINEMATOGRAFIA

A Vila (The Village)


Uma fotografia belissima, ao nível da obra-prima de Shyamalan. - Miguel
Lourenço Pereira

 (2º Lugar - Rapariga com um Brindo de Pérola)


MELHOR MAQUILHAGEM

Monstro (Monster)

A jeitosa Charlize nunca teria conhecido a ribalta se fosse realmente
assim. A maquilhagem foi meio Óscar... - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Rapariga com um Brinco de Pérola)


MELHOR GUARDA ROUPA 

O Fantasma da Ópera(Phantom of the Opera)

Uma verdadeira extravaganza de guarda roupa que dão ainda mais magia ao
filme. - Miguel Lourenço Pereira

(2º Lugar - Rapariga com o Brinco de Pérola)


MELHOR EFEITOS VISUAIS

O Dia Depois de Amanhã (The Day After Tomorrow)


A ILM, empresa de efeitos de George Lucas, continua a dar cartas no ramo dos
efeitos especiais. The Day After Tomorrow era um filme complexo que exigia
uma enorme quantidade de efeitos em quase todas as cenas, e a
espectacularidade visual do filme é algo que sem dúvida merece ser vista. - João Farinha

 (2º Lugar - Eu, Robot)


MELHOR EFEITOS SONOROS

Eu, Robot (I, Robot)


A conjugação de tantos efeitos visuais com o mundo real através do som é
uma aposta ganha por I, Robot. - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Homem-Aranha 2)


MELHOR SOM

Kill Bill vol.2


As referências trazidas por Tarantino através dos sons, são espetaculares. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Homem-Aranha 2)


MELHOR FILME EM PORTUGUÊS

Carandiru

A ideia de Babenco é genial. - Alexandre Barbosa

“Carandiru é um dos melhores filmes brasileiros da actualidade. - Gabriel
Carneiro

(2º Lugar - Noite Escura)


MELHOR REALIZADOR EM PORTUGUÊS

Hector Babenco

Coragem é a palavra chave da realização de Babenco. -  Miguel Lourenço
Pereira

Um director que se mostra omnipresente ao longo do filme, mostrando com
subtileza os dramas que se passa na cadeia. - Gabriel Carneiro

(2º Lugar - João Canijo)


MELHOR ACTOR EM PORTUGUÊS

Rodrigo Santoro

Uma performance notável de um dos meninos bonitos do cinema brasileiro da
actualidade. - Miguel Lourenço Pereira
Santoro supera todos os preconceitos. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Nicolau Breyner)


MELHOR ACTRIZ EM PORTUGUES

Beatriz Batarda


É a maior actriz portuguesa da actualidade. - Miguel Lourenço Pereira

Batarda é a coisa mais próxima que temos de uma estrela de cinema em
Portugal. - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Ana Bandeira)


PREMIO ESPECIAL ABCINE

Marlon Brando

Marlon Brando merece esta distinção pela sua imensurável e importantíssima
dedicação à arte de representar. - Tiago Teixeira

Brando não foi só um dos maiores actores de todos os tempos como também
provou ser um ícone de uma geração. A sua forma de representar, sensual e
extremamente carnal, fez dele um verdadeiro astro. Capaz de viver
personagens tão diferentes como o angustiado Stan Kowalski ou o ponderado
Vitto Corleone, Brando tem um lugar cativo no coração de todos os amantes do
cinema. A sua morte é uma das maiores perdas de 2004. - Miguel Lourenço
Pereira 

TOTAL DE PRÉMIOS

4 -  Eternal Sunshine of the Spotless Mind
      Kill Bill v.2
3 - Carandiru

2 - Lost in Translation
      The Village
      Finding Neverland
      Phantom of the Opera

1 - 21 Grams
     The Day After Tomorrow
      I Robot
      Monster
      The Incredibles
      Fahrenheit 9/11
      A Costa dos Murmúrios

Sugestões da Semana:

Hoje tenho como sugestão dois grandes clássicos do cinema, A Ponte do Rio Kwai e Lawrence da Arábia, ambos realizados por David Lean.


Ambos estão na Fnac disponíveis por 12,95€, em edições de coleccionador.


A Ponte do Rio Kwai:


Sinopse: A Ponte do Rio Kwai é um excelente filme de David Lean sobre a Segunda Guerra Mundial, onde se narra a história da destruição, pelas mãos dos aliados, de uma ponte ferroviária construída pelos prisioneiros britânicos na Birmânia ocupada.

Extras:
Mapas e estratégia militar
Jogo de Sabotagem "A Construção da Ponte"
Making of A Ponte do Rio Kwai
Curta-metragem apresentada por William Holden
Reportagem: "Ascensão e Queda de um Giganta da Selva" e "Uma Apreciação"
Filmografias
Galeria Fotográfica

Legendas: Português Inglês Italiano Espanhol

Lawrence da Arábia:</p>
Sinopse: A obra de arte de Lean, foi aclamada mundialmente pelos críticos em 1962, e venceu sete Óscares da Academia, incluindo o de Melhor Filme. Posteriormente, o filme sofreu grandes cortes e as imagens estiveram perdidas durante trinta anos.</p>Extras:
Documentário Especial
Making Of - Imagens inéditas por detrás das câmaras, com entrevistas com o realizador e os actores
Trailer de Cinema
Conversa com Steven Spielberg
Documentários e reportágens: "A estreia em Nova Iorque em 1962", "Campanha de Publicidade", "Em busca de Lawrence", "Os Camelos", "O Encanto da Arábia", "Vento, Areia e Estrela: Como nasce um clássico"
Legendas: Português, Espanhol, Inglês, Alemão, Polaco, Checo, Húngaro, Hindú, Turco, Dinamarquês, Árabe, Búlgaro, Sueco, Finlandês, Islandês, Holandês, Norueguês, Grego, Hebraico.</p>
Duas grandes propostas para esta semana. Já agora, para quem estiver interessado, o filme A Ponte do Rio Kwai vai ser transmitido no Canal Hollywood esta Sexta-Feira, às 21:00. </p>

Destaque da Semana:

lumiere4xb.jpg


A Vila (The Village)


Realizador: M.Night Shyamalan


Actores: Bryce Dallas Howard, Joaquin Phoenix, Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver.


Sinopse:

M. Night Shyamalan, o realizador nomeado para um Oscar da Academia que trouxe até nós filmes como O Sexto Sentido, O Protegido e Signs - Sinais, está de regresso com A Vila; um filme repleto de mistério e tensão, com um elenco notável, no qual se destacam nomes como Joaquin Phoenix, Sigourney Weaver, Adrien Brody e William Hurt.
O filme conta a fantástica história de uma vila isolada confrontada com a inacreditável realidade que se esconde no seu perímetro. À primeira vista, a vila é uma pacata e idílica comunidade, mas os seus habitantes vivem assombrados por criaturas que acreditam esconderem-se nos bosques limítrofes.
As forças malignas são tão perturbadoras que os habitantes não ousam sequer explorar o que está para além da vila. Quando o curioso Lucius Hunt decide investigar os bosques, em direcção ao desconhecido, o futuro da vila vê-se ameaçado, para sempre...






A Vila é um filmes mais subvalorizados do ano. A razão prende-se essencialmente com a promoção do filme que o publicitou como um thriller de terror (basta ler a sinópse, em cima), quando é muito mais uma história de amor e uma metáfora da sociedade que criámos.


Há pouco tempo estava a ler uma crítica ao filme, e o crítico dizia algo que depois reparei ser verdade. A grande maioria das críticas negativas ao The Village foca-se no facto de o filme falhar ao surpreender o espectador, ou no facto de não gostarem do twist final.

E é verdade, Shyamalan tornou-se vítima da própria técnica o celebrizou. Isto porque muita gente já vai para os seus filmes, não para apreciar a história, mas com o único objectivo de tentarem adivinhar o final, ou com a ideia que vão ter uma grande surpresa que os vai deixar abalados...

Nenhum cineasta, por mais brilhante que seja, e por melhor que seja o seu filme, pode sobreviver a tamanha expectativa.

Por favor, da próxima vez que forem ver um filme de Shyamalan tentem não pensar nisso, pode nem haver um twist, não é isso que interessa...

O twist, nos seus filmes é apenas um meio, não um fim.


Dito isto, o dvd conta com vários extras: cenas cortadas, comentadas pelo realizador, um making of e um pequeno filme que Shyamalan fez quando era ainda um jovem.


No dvd será lançado esta Quarta-Feira, dia 26.

Prémios Lumière 2005

lumiere4xb.jpg


Quais Óscares, quais Globos de Ouro... Eu sei que os prémios de que todos vocês estão à espera são os Lumière. Esta é a primeira edição do galardão, que contou com a votação dos autores de vários blogs de cinema de Portugal e Brasil. Os vencedores serão conhecicos no final do mês. Os grandes favoritos são  The Village, com 11 nomeações, Lost in Translation, com 9, Eternal Sunshine of the Spotless MindKill Bill v.2 com 8 cada.


A bold estão os filmes em que eu votei.


MELHOR FILME

The Village
Lost in Translation
Kill Bill v.2
Eternal Sunshine of the Spotless Mind
Finding Neverland


MELHOR FILME PORTUGUÊS

Noite Escura
Carandiru
O Milagre Segundo Salomé



MELHOR REALIZADOR

Michel Gondry (Eternal Sunshine of the Spoltess Mind)
Sofia Copolla (Lost in Translation)
Quentin Tarantino (Kill Bill v.2)
M. Night Shyamalan (The Village)

Steven Spielberg (The Terminal)


MELHOR REALIZADOR EM PORTUGUÊS

Hector Babenco (Carandiru)
João Canijo (Noite Escura)
Mário Barbosa (Milagre Segundo Salomé)



MELHOR ACTOR

Johnny Depp (Finding Neverland)
Tom Hanks (The Terminal)
Jim Carrey (Eternal Sunshine of the Spotless Mind)
Bill Murray (Lost in Translation)
Gael Garcia Bernal (Diarios de Motocicleta)


MELHOR ACTOR EM PORTUGUÊS

Nicolau Breyner (Milagre Segundo Salomé)
Fernando Luis (Noite Escura)
Rodrigo Santoro (Carandiru)

MELHOR ACTRIZ

Uma Thurman (Kill Bill v.2)
Kate Winslet (Eternal Sunshine of the Spotless Mind)
Scarlett Johansson (Lost in Translation)
Bryce Dallas Howard (The Village)
Naomi Watts (21 Grams)

MELHOR ACTRIZ EM PORTUGUÊS

Ana Bandeira (Milagre Segundo Salomé)
Beatriz Batarda (A Costa dos Murmúrios)
Rita Blanco (Noite Escura)


MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Benicio del Toro (21 Grams)
William Hurt (The Village)
Albert Finney (Big Fish)
David Carradine (Kill Bill v.2)
Adrien Brody (The Village)



MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Holly Hunter (Thirteen)
Sigourney Weaver (The Village)
Irma P. Hall (Ladykillers)
Meryl Streep (Manchurian Candidate)
Darryl Hannah (Kill Bill v.2)


ACTOR REVELAÇÃO

Freddie Highmore (Finding Neverland)
Rodrigo de la Serna (Diarios de Motocicleta)
Jamie Foxx (Collateral)
Eric Bana (Troy)
Leonardo Viveiros (André Valente)


ACTRIZ REVELAÇÃO

Scarlett Johansson (Lost in Translation)
Diane Kruger (Troy)
Bryce Dallas Howard (The Village)
Emmy Rossum (Phantom of the Opera)
Eva Green (The Dreamers)


MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

Lost in Translation
The Village

In America
Eternal Sunshine of the Spotless Mind
21 Grams


MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

Big Fish
American Splendor
Finding Neverland
Diarios de Motocicleta
Spiderman 2


MELHOR DOCUMENTÁRIO

Farenheith 9/11
Touching the Void

Capturing the Friedmans


MELHOR FILME ANIMADO

Shrek2
The Incredibles

Belleville Rendez Vous


MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA

Phantom of the Opera
Big Fish
Finding Neverland
Cold Mountain
The Village


MELHOR MONTAGEM

Eternal Sunshine of the Spotless Mind
Kill Bill v2
21 Grams
Phantom of the Opera
Lost in Translation


MELHOR CINEMATOGRAFIA

Girl With a Pearl Earring
The Village
2046


MELHOR GUARDA ROUPA

Phantom of the Opera
Girl With a Pearl Earring
Troy


MELHOR MAQUILHAGEM

Monster
Girl With a Pearl Earring
Phantom of the Opera


MELHOR EFEITOS VISUAIS

I, Robot
Sky Captain and the World of Tomorrow
The Day After Tomorrow


MELHOR EFEITOS SONOROS

Spiderman2
I, Robot
Sky Captain and the World of Tomorrow


MELHOR SOM

Spiderman 2
Kill Bill v.2
Phantom of the Opera


MELHOR BANDA SONORA

Lost in Translation
Kill Bill v.2
The Village
Eternal Sunshine of the Spotless Mind
The Passion of the Christ


MELHOR TEMA

Just Like Honey - Lost in Translation
Everybody´s Gotta Learn Sometimes - Eternal Sunshine of the Spotless Mind
Learn to Be Lonely - Phantom of the Opera

Belleville Rendez Vous - Belleville Rendez Vous
Accidently in Love - Shrek2

Prémios Especial ABCine - Marlon Brando, um mito do cinema!

Nova edição de O Senhor dos Anéis

Primeiro que qualquer outra coisa, peço desculpa pela pouca regularidade dos artigos, mas agora estou em época de exames e o tempo não chega para tudo. Mas vamos ao que interessa:


jackson981.jpg


Digam lá que já não estavam mesmo a prever isto? Peter Jackson vai lançar mais uma edição em dvd da trilogia O $enhor do$ Anéi$.


Aparentemente o pacote terá, além dos filmes, cenas cortadas que acabaram por não ser incluidas nas versões longas, um grande documentário sobre a produção da saga (do género reality show) e apanhados das filmagens.


No entanto não será preciso ir já para o mercado mais próximo vender as vossas actuais edições, esse novo pacote só deverá chegar ao mercado em dois ou três anos.

O Futuro já está aí: HD DVD em força em 2005

Três dos maiores estúdios de Hollywood anunciaram os seus planos para lançar, até ao final do ano, vários dos seus filmes em formato HD DVD (High Defenition DVD). A Paramount Home Enternainment, a Universal Studios e a Warner Home Video planeam colocar no mercado alguns dos filmes do seu catálogo, não só alguns dos mais antigos mas também as últimas novidades.


A Warner será o estúdio a disponibilizar um maior número de títulos, cerca de 50, onde se incluem obras como:

Alexander
Angels in America (HBO)
Batman Begins
Blade (New Line)
Charlie and the Chocolate Factory
Constantine
Dark City (New Line)
Harry Potter and the Sorcerer's Stone
Harry Potter and the Chamber of Secrets
Harry Potter and the Prisoner of Azkaban
House of Wax (2005)
The Last Samurai
The Matrix
The Matrix Reloaded
The Matrix Revolutions
Million Dollar Baby
Mystic River
Ocean's Eleven
Ocean's Twelve
The Perfect Storm
The Phantom of the Opera (2004)
The Polar Express
Se7en (New Line)
The Sopranos (HBO)
Troy


A Paramount contribuirá com cerca de 20 títulos, como:


The Manchurian Candidate
Elizabethtown
Italian Job
School of Rock
Sky Captain and the World of Tomorrow

Forrest Gump
Braveheart
Grease
Mission Impossible 2
Sleepy Hollow
Vanilla Sky


A Universal lançará, entre outros, os seguintes títulos:


The Bourne Supremacy
Appolo 13
U-571
12 Monkeys
Dune
Conan the Barbarian


O HD DVD destaca-se por ter cerca de 30 GB de espaço (muito mais que um dvd normal) o que permitirá uma qualidade de imagem muito superior, já que um disco poderá conter cerca de oito horas de vídeo de alta definição. 


Os leitores de HD DVD deverão estar disponíveis no mercado no final deste ano. Claro que estes novos leitores poderão também ler os dvd's que existem actualmente (tal como os leitores de dvd de um computador podem ler cd's, por exemplo) pelo que não têm de deitar fora as vossas colecções.


No entanto, nem tudo é risonho para o HD DVD, já que se antevê uma luta entre este formato e o escolhido pela Sony, um pouco à semelhança do que aconteceu entre o VHS e o Betamax.

Novidades para breve...

Eu sei que o blog não tem andado muito actualizado, mas a verdade é que nesta altura no ano as notícias e os lançamentos também não abundam.


De qualquer maneira até hoje à noite devo publicar um artigo sobre o melhor que se teve este ano em relação aos dvd's. Já publiquei a lista dos melhores filmes do ano, agora faltam os melhores extras do ano de 2004.


Além disso o DVD vai poder contar com um novo colaborador, que será anúnicado brevemente.