Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

DVD

DVD

Críticas: A Vila (The Village)

lumiere4xb.jpg


A Vila


Realizador: M.Night Shyamalan


Actores: Bryce Dallas Howard, Joaquin Phoenix, Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver.


Especificações:


Vídeo: Widescreen 1.85:1 anamórfico


Áudio: Dolby Digital 5.1 em Inglês e Português (do Brasil)
            Inglês DTS


Duração: 108 min


Legendas: Português, Inglês, Islandês, Holandês, Sueco, Norueguês, Dinamarquês, Finlandês, Estónio, Lituano, Letão, Inglês para Deficientes Auditivos.


Extras:

Menus Interactivos
Índice de Cenas
Documentários
Cenas Eliminadas
Galeria de Fotografias


Sinopse:

M. Night Shyamalan, o realizador nomeado para um Oscar da Academia que trouxe até nós filmes como O Sexto Sentido, O Protegido e Signs - Sinais, está de regresso com A Vila; um filme repleto de mistério e tensão, com um elenco notável, no qual se destacam nomes como Joaquin Phoenix, Sigourney Weaver, Adrien Brody e William Hurt.
O filme conta a fantástica história de uma vila isolada confrontada com a inacreditável realidade que se esconde no seu perímetro. À primeira vista, a vila é uma pacata e idílica comunidade, mas os seus habitantes vivem assombrados por criaturas que acreditam esconderem-se nos bosques limítrofes.
As forças malignas são tão perturbadoras que os habitantes não ousam sequer explorar o que está para além da vila. Quando o curioso Lucius Hunt decide investigar os bosques, em direcção ao desconhecido, o futuro da vila vê-se ameaçado, para sempre...



O Filme:



M. Night Shyamalan, que já nos tinha presenteado com três obras espantosas, está-se a tornar um dos melhores realizadores da actualidade e continua em grande com uma das suas obras mais espantosas: The Village.
 A acção do filme decorre numa vila isolada, aparentemente do século XIX, que está rodeada por bosques onde habitam criaturas temíveis. Vive-se numa época de tréguas, em que os habitantes das criaturas não entram nos bosques e as criaturas não os atacam.
 A crítica americana desprezou o filme principalmente porque não tem um twist final tão forte e chocante como acontece com os outros filmes do realizador. Porém, eu penso exactamente ao contrário: o twist está lá, de facto, mas é absolutamente secundário, sendo o mais importante a complexidade do próprio argumento, preocupando-se principalmente em contar uma das mais belas e espantosas histórias de amor dos últimos anos. E mais que um filme de suspense ou de terror, The Village é uma história de amor que aborda também o tema do medo e de como este funciona na sociedade, com cenas absolutamente arrebatadoras, como aquela em que Ivy e Lucius trocam juras de amor no alpendre da casa dela, ou aquela em que Ivy fica à espera de Lucius durante o primeiro ataque das criaturas, entre outras.
 Todo o elenco está muito bem, destacando-se a estreante Bryce Dallas Howard, que tem uma das melhores interpretações do ano, que faz dupla com Joaquin Phoenix, que também tem uma boa representação. O filme conta também com um excelente elenco de secundários, como Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver e Brendan Gleeson.
 Tecnicamente é espantoso. A encarnação da época é perfeita, com um guarda-roupa de Ann Roth apropriado e uma direcção artística muito bem trabalhada. A fotografia é das mais belas do ano, com um contraste de cores que resulta na perfeição. O filme conta também com a melhor banda sonora que James Newton Howard alguma vez compôs.


Classificação do filme:


 5.jpg


Os Extras:



A edição em DVD inclui alguns extras que, apesar de curtos, são muito interessantes. Tem uma série de mini documentários, como põe exemplo, Filmando A Vila, em que Shyamalan explica a escolha de alguns planos e outros aspectos de realização; Elenco, em que se explicam as escolhas dos actores; Campo de Treino, um dos mais interessantes, em que se mostram algumas situações pelas quais os actores passaram para se adaptarem ao modo como se vivia na época representada no filme; Montagem & Som; A Banda Sonora de A Vila; Aqueles de quem não Falamos, também um dos mais interessantes, em que ficamos a saber como nasceram as criaturas; algumas cenas eliminadas; Diário de Bryce, onde a actriz explica sucintamente a sua experiência; um filme doméstico de M. Night Shyamalan, com cerca de três minutos e inspirado em Indiana Jones e uma galeria de fotografias de produção.
 A um preço relativamente baixo, é um DVD que vale a pena comprar por ser um dos melhores filmes do ano passado e por ter alguns extras interessantes.



Todos os extras se encontram legendados em português.


Classificação dos Extras:


 3,5.jpg


Crítica escrita por: Miguel Galrinho