Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

DVD

DVD

Críticas: Batman O Início

batman2.JPG

Batman O Início (Batman Begins) - 2005


Realizador: Christofer Nolan

Actores: Christian Bale, Michael Caine, Liam Neeson, Morgan Freeman, Gary Oldman, Ken Watanabe, Katie Holmes, Cillian Murphy, Rutger Hauer.

Especificações:

Vídeo: Widescreen 2:35:1 anamórfico

Áudio: Dolby Digital 5.1 em Inglês, Dolby Digital 5.1 em Espanhol

Duração: 134 min

Legendas: Inglês, Português, outras


Sinopse:

Em Batman O Início, o realizador Christopher Nolan explora as origens do lendário Cavaleiro das Trevas. Após o assassinato dos seus pais, o jovem herdeiro Bruce Wayne (Christian Bale) abandona uma vida de luxo e privilégio e parte numa jornada pelo mundo em busca dos meios para combater a injustiça e transformar o medo numa arma contra os predadores que o utilizam contra os inocentes.
Com a ajuda do seu fiel mordomo Alfred (Michael Caine), do policia Jim Gordon (Gary Oldman) e do seu aliado Lucius Fox (Morgan Freeman), Wayne regressa a Gotham e liberta o seu alter-ego: Batman, o vingador mascarado que utiliza a sua inteligência, proeza fisica, e um arsenal de alta tecnologia para combater as forças sinistras que ameaçam apoderar-se da sua cidade.

O Filme:

Foram necessárias cinco tentativas para acertar finalmente numa adaptação de Batman para o grande ecrã. Dos primeiros quatro filme, nem vale a pena falar dos dois últimos, mas mesmo os dois primeiros andam muito longe da qualidade deste Batman O Início. Ambos dão demasiado ênfase aos vilões deixando para segundo plano a personagem que deveria ter mais destaque, o Batman/Bruce Wayne. Aliás no primeiro dos filmes de Tim Burton, Jack Nicholson teve um controlo tão grande sobre a produção que ainda é para mim um mistério como é que este não foi lançado nos cinemas com o título Joker, em vez de Batman.

O principal trunfo do argumento de Christofer Nolan e David Goyer é mesmo o facto de pela primeira vez Bruce Wayne ter um grande peso na narrativa. A primeira metade do filme é sobre o percurso que leva Wayne a transformar-se em Batman, com particular destaque para a motivação que leva o personagem a escolher o morcego como imagem de marca. O conceito de Wayne ser ver obrigado a enfrentar os seus medos para ser temido e respeitado tem um papel muito importante durante todo o filme e está muito bem feito. Esta primeira hora de filme é muito mais centrada nos diálogos que em cenas de acção, mas permite que o espectador invista emocionalmente na personagem, e que vá sendo gradualmente criada expectativa para o primeiro aparecimento do homem morcego. Quando finalmente vemos a sua primeira incursão no mundo do combate ao crime é absolutamente brilhante, uma das melhores cenas deste ano. A maneira como Batman aparece e desaparece nas sombras, levando consigo os seus enimigos... perfeito. A edição da cena, a realização de Nolan são de grande nível. É uma cena tensa, poderosa e acima de tudo muito cool.

Muito se disse da maneira como Nolan filma as cenas luta, até porque é um debate que se prolonga de muitos dos últimos filmes de acção, que adoptam uma filmagem muito em cima da acção, com a câmara a tremer e cortes rápidos. Se em muitos filmes acho que esta técnica é algo disparatada, e que muitas vezes contribui para a confusão, neste caso acho que foi uma decisão muito inteligente da parte do realizador. Assim é reforçada a ideia de Batman ser rápido e brutal, atacando depressa e na escuridão, desferindo ataques rápidos e desaparecendo de seguida. É um pouco como a ideia dos filmes de monstros em que estes são filmados revelando o menos possível, de modo a manter o suspense. Aliás sejamos sinceros, um homem com capa e máscara de morcego ao murros e pontapés talvez seja uma imagem um bocado ridícula se for vista com mais pormenor...

Mesmo que muita gente não concorde comigo nesta questão das cenas de luta, acho que ninguém vai discordar que o elenco de Batman O Início está repleto de actores de qualidade inegável. Morgan Freeman, Michael Caine, Liam Neeson e Gary Oldman, que estarão certamente entre os meus dez actores favoritos, poderiam sem dúvida roubar este filme para eles, mas Nolan sabe o que quer e nunca se desvia um milimetro do caminho de traçou no argumento escrito em conjunto com Goyer, isto é, centrar a história em Bruce Wayne. De qualquer maneira todos têm papéis á altura das suas capacidades, e todos tiram o melhor da sua personagem. 

Não me posso esquecer, claro, da excelente interpretação de Christian Bale, que nos tem habituado a excelentes interpretações (por falar nisso, o sei primeiro filme, O Império do Sol, será lançado este mês em dvd). Não podia também deixar de falar de um actor de que gosto muito e que passou ao lado da  grande carreira  que podia, e deveria, ter tido. Falo de Rutger Hauer, que este ano me deu o prazer de o voltar a ver em filmes que alguém relamente vê, além de Batman entrou também em Sin City.

Também técnicamente o filme está magnífico, os efeitos especiais estão muito bem feitos (é interessante depois ver nos documentários como efeitos por computador foram usados o menos possível), a fotografia retrata muito bem a escura e claustrofóbica cidade de Gotham City. Também a banda sonora, resultado de uma interessante parceria de Hans Zimmer (para as cenas de acção) e de James Newton Howard (para as cenas mais intimistas), é bastante atmosférica e complementa bem o que se passa no ecrã. É pena não haver nenhum tema que se destaque que chegue ao nível do tema principal  de Danny Elfman no primeiro Batman, mas no conjunto é uma composição de grande nível.

Batman O Início não é apenas uma grande adaptação de B.D., dizer isso seria redutor já que a maioria dos filmes do género acabam por ser de qualidade algo duvidosa. É um grande filme de acção e aventura, que apetece ver e rever... Excelente para ter em dvd portanto.

Classificação do filme:

 2,5.jpg

Valor de Revisionamento:

 5.jpg

batman3.JPG

Os Extras:

O filme encontra-se á venda em duas edições diferentes. A primeira de um só disco, que além do filme trás como único extra um trailer, e uma edição especial de dois discos.

Ao inserir este segundo disco temos acesso a um menu diferente do habitual, navegamos por uma série de sub menús, cada um correspondendo a uma página de banda desenhada que relata a história do encontro de Batman com o Scarecrow. Em cada página podemos assistir a um dos documentários sobre o filme. Esta ideia até tem piada de início mas acaba por se tornar muito aborrecida, de cada vez que se quer aceder a um dos documentários se têm de percorrer todos os menus. No fim há uma página que dá acesso à lista completa, mas seria bem mais prático se esta estivesse logo no princípio.

Superando este pequeno pormenor, podemos então ver os nove documentários, todos com cerca de 15 minutos de duração, que falam da rodagem do filme, do trabalho de preparação dos actores, efeitos especiais, coreografias de luta e do carro de batman. Todos eles são interessantes, mas nem todos são tão pormenorizados como deveriam. Achei particularmente divertida a a parte em que se fala de todos os cuidados tomados para manter secreto o argumento, já que parece que ninguém se lembra que este apareceu na net vários meses antes da estreia do filme.

Neste dvd temos ainda uma galeria de posters e uma secção com informação textual sobre os vilões, os amigos e as armas de Batman.

No conjunto é uma edição interessante, que podia ir mais longe em termos de extras (um comentário áudio do realizador e argumentista seria muito interessante), mas que vale bem a pena, nem que seja pelo excelente filme.

Classificação dos Extras:

 2,5.jpg

5 comentários

Comentar post