Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

DVD

DVD

O Melhores DVDs de 2006

Chegou com algum atraso, mas aqui está a minha habitual lista dos meus filmes preferidos  lançados este ano em Portugal.

Foi uma escolha difícil, e alguns filmes de que gostava ficaram de fora, mas quis reduzir a 20 o número de escolhidos. Além disso não vi alguns potenciais candidatos, como é o caso de O Novo Mundo.

Sem mais demoras, aqui fica aqui a (longa) lista:



Carros (Cars)

Diz muito sobre a Pixar, a companhia também responsável por À Procura de Nemo, Monsters Inc ou Incredibles - Os Super  Heróis, que o um dos seus piores filmes seja o melhor do filme de animação estreado este ano. De facto, embora falte algo a este filme para chegar ao nível dos seus antecessores, não deixa de ser um superior entretenimento, para públicos de todas as idades. A nível técnico o filme está irrepreensível, as vozes estão soberbas, falta simplesmente aquele toque de perfeição a que a Pixar nos tem habituado.

Pena mesmo é a edição de dvd, que não teve a mesma atenção que as dos filmes anteriores, sobretudo por apresentar extras mais dirigidos às crianças.



Coisa Ruim

Que grande surpresa foi este filme de Frederico Serra e Tiago Guedes. Explorando o mundo rural português e as suas superstições, este foi o primeiro filme português de que gostei tanto que tive de comprar o dvd assim que saiu, para o rever. 

As  interpretações, neste filme, são excelentes, e é realmente pena ver como temos grandes actores que são constantemente obrigados a entrar em telenovelas de segunda categoria para sobreviverem na profissão.

Nos extras pedia-se um making of sobre a rodagem, e é realmente pena que não esteja presente, mas a classificação alta que dei aos extras, deve-se à qualidade do comentário áudio que acompanha o filme, com os realizadores, o argumentista Rodrigo Guedes de Carvalho e Nuno Markl.



A Descida (The Descent)

Um excelente filme de terror, mesmo para quem normalmente não gosta do género. Um excelente filme de suspense. Podem ler aqui a minha crítica.




Há Dias de Azar (Lucky Number Slevin)

Há dias de Azar é um dos melhores entretenimentos deste ano. Tem excelentes diálogos, entregues por um grande naipe de actores, que claramente se divertiram tanto a rodar o filme como o expectador se diverte a vê-lo. E tem um twist final, que embora possa não ser totalmente lógico se se pensar muito nele, é uma inesperada e gloriosa surpresa.

Não vi os extras deste dvd.



Harry Potter e o Cálice de Fogo (Harry Potter and the Goblet of Fire)

A saga do jovem aspirante a feiticeiro dispensa apresentações. No seu quarto ano em Hogwarts Harry Potter enfrenta novos desafios entre os quais o vilão Voldemort, interpretado por um Ralph Fiennes quase irreconhecível. Quem gosta dos três filmes anteriores não ficará desiludido com mais esta adaptação, quem não acha grande piada à criação de J. K. Rowling, também não deverá render-se com este capítulo.

Os extras mostram com pormenor a rodagem do filme, desde o trabalho com os actores aos inspirados efeitos visuais.



Infiltrado (Inside Man)

Um dos melhores e mais inteligentes blockbusters deste passado Verão veio curiosamente das mãos de Spike Lee. O filme é assumidamente uma homenagem a filmes de assaltos a bancos, principalmente ao fabuloso Um Dia de Cão, mas tem uma identidade muito própria. Basta ver o delicioso genérico inicial, com o movimento das letras inspiradas no movimentos das fechaduras dos cofres e uma música que ninguém se lembraria de por num filme destes, mas assenta  aqui que nem uma luva. Muito bem estão, como sempre, Denzel Washington, Clive Owen e Jodie Foster.

O dvd não tem extras.



Colecção James Bond

A qualidade dos filmes de 007 é muito variada, havendo alguns filme excelentes e outros muito maus. Já para não dizer que a opinião relativa a quais são bons varia muito e pessoa para pessoa. De qualquer modo não podia deixar de destacar esta colecção. Todos os filmes foram restaurados e receberam alguns novos extras. Como estão disponíveis individualmente, cada um pode escolher os seus preferidos.



King Kong

Este era o filme da vida de Peter Jacksson e esse amor nota-se em cada plano. Também é sabido que o coração é, por vezes, inimigo da razão, e neste caso levou o realizador neo-zelandês a tomar algumas decisões narrativas algo peculiares. De qualquer modo o resultado é largamente positivo, não só pelo grande espectáculo das cenas de acção como pela atenção dada às personagens principais, que têm uma excelente interacção na tela, apesar de uma delas só ser real nos computadores da Weta Digital.

Os extras são interessantes, mas eu pessoalmente prefiro esperar pela versão do realizador, que há de sair no nosso país um dia destes...




Léon - O Profissional

Já tardava a edição deste belo filme de Luc Besson sobre um assassino profissional que acolhe, com incerteza a principio, com carinho e admiração depois, uma menina que viu a sua família morrer à sua frente. É pena é que esta edição não tenha extras, nem a versão do realizador, que é para Besson a versão definitiva.



O Matador (The Matador)

É uma pena este filme ter passado tão despercebido nos cinemas, já que é uma boa comédia negra sobre um assassino profissional, e um homem de negócios que por acaso se vê metido num dos seus trabalhos.

O filme tem vários motivos de interesse por que merecia ser visto, mas mesmo que assim não fosse, só pela interpretação de Pierce Brosnan já valia  a pena.




Match Point

Sempre fui fã de Woody Allen, e gosto bastante até dos filmes anteriores, mais criticados (e de Scoop, que ainda está para estrear no nosso país), mas tenho de concordar que este é o seu melhor filme dos últimos (muitos) anos.

Este é um filme claramente diferente do estilo a que o cineasta nova-iorquino nos habituou. Não só o cenário muda de Nova Iorque para Londres e a música de Jazz para Ópera, como a história, sobre a sorte e  a verdadeira natureza humana apresenta uma temática mais dramática que o habitual para o realizador, principalmente pelo modo deliciosamente negro com que a desenvolve.

Como habitual nos filmes de Woody Allen esta edição não tem extras.



Missão Impossível III (Mission Impossible III)

Depois do terrível Missão Impossível II é incrível como a saga continuou, mas ainda bem que isso aconteceu. Tom Cruise teve a inteligência de escolher J. J. Abrams para realizar o filme. Aposta ganha já  Abrams utilizou a experiência adquirida na série A Vingadora (Alias) para criar um belo filmes de acção. A cena passada no Vaticano é sem dúvida uma das mais bem concebidas do ano.



Munique (Munich)

Steven Spielberg será sempre recordado como um dos melhores realizadores de sempre, não só porque não sabe fazer maus filmes (mesmo falhanços como Hook tem o seu lado interessante)  como porque transforma os seus projectos em obras primas com relativa frequência. Munique é um prodígio na realização, fotografia e montagem, mas o mais difícil é reparar nisso, já que é complicado desviar a atenção da densidade emocional da história e dos seus personagens. Um filme obrigatório e, para mim, o melhor a sair este ano em dvd.

Não se percebe é como é que em Portugal não saiu a edição de dois discos que existe lá fora...



A Noiva Cadáver (The Corpse Bride)

Se Carros é o melhor filme de animação a estrear em 2007, este é o melhor do ano passado, e um dos meus filmes preferidos desta lista.

Além  da excelência da animação, a banda sonora está ao nível do melhor que Danny Elfman tem feito. Mas o melhor é mesmo a simplicidade desarmante da história, num filme curto em duração, que é grande qualidade.

É pena os extras não serem mais completos, mas existem alguns detalhes que vale a pena ver.



Piratas das Caraíbas - O Cofre do Homem Morto
Pirates of the Caribbean - Dead Men's Chest

Era difícil dar sequência ao primeiro filme, que surpreendeu toda a gente, mas quem gostou não deverá ficar desiludido com a segunda parte da trilogia de Jack Sparrow.

O filme sofre com o facto de ser o filme do meio, isto é, de continuar o sucesso do primeiro e ao mesmo tempo não ter conclusão, por ter de preparar todos os eventos para terceiro. De qualquer modo é bastante divertido, com fabulosas e imaginativas cenas de acção.

E tem a mais brilhante das criações de efeitos digitais de sempre, o capitão Davy Jones. Parece-me ser impossível que desta vez o Óscar escape à ILM.

Quanto aos extras, oferecem um olhar completo sobre a produção, e é um dos melhores dvds do ano.




Reino dos Céus  (Kingdom of Heaven) - Versão do Realizador

A classificação do filme tem um asterisco porque é a classificação da versão de cinema. Ainda não tive oportunidade de ver o director's cut, que toda a gente diz ser bastante superior.

Mas já vi alguns dos extras, e não podia deixar de destacar aqui a melhor edição em dvd de 2006. E a caixa também ganha o prémio da mais bonita.




Serenity

Não sei como reagirão ao filme as pessoas que nunca viram Firefly, a série cancelada que  Serenity veio concluir, mas foi um dos meus filmes preferidos do ano passado.

Podem ler a minha crítica completa aqui.



Super Homem - O Regresso (Superman Returns)

Um bom filme de super heróis, que peca por não ter um pouco mais de acção e pelo plano ridículo do vilão, Lex Luthor.

De qualquer maneira a cena do salvamento do avião é de cortar a respiração e Kevin Spacey está muito bem no papel de Luthor.




V de Vingança (V for Vendetta)

Excelente filme, que podia ter sido melhor ainda com um realizador mais experiente ao leme. De qualquer modo muito interessante o tema, o herói é um terrorista que quer por fim a um governo totalitário de uma Grã Bretanha futurista.



Walk the Line

Um biopic sobre Johnny Cash seria muito mau se não tivesse na música um dos grandes trunfos. De facto a música de Cash confere ao filme um ritmo ímpar ao filme.

Um interessante olhar à primeira metade da vida do mítica cantor, em que este conhece o amor da sua vida. A relação entre os dois é a alma do filme, muito por causa da química entre os dois actores principais.

Prémios Lumière: Vencedores

Como prometido, cá estão os vencedores da segunda edição dos prémios Lumière,resultado dos votos de 27 blogs.
Entre parentesis, à frente de cada filme está a posição em que esse filme tinha ficado na minha lista dos melhores do ano (que podem ver aqui).
Cada categoria mostra o vencedor e o segundo classificado.
 
Melhor Filme

hilary.JPGMillion Dollar Baby - Sonhos Vencidos  (6º Lugar)
Oldboy - Velho Amigo

Melhor Realizador
Clint Eastwood - Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos (-)
Tim Burton - Charlie e a Fábrica de Chocolate/A Noiva Cadáver (3º)

Melhor Actor
Javier Bardem - Mar Adentro (-)
Johnny Depp - Charlie e a Fábrica de Chocolate (5º)

Melhor Actriz
Hilary Swank - Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos (1º)
Imelda Staunton - Vera Drake (-)

Melhor Actor Secundário
Morgan Freeman - Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos  (2º)
Clive Owen - Closer: Mais Perto (5º)

Melhor Actriz Secundária
Natalie Portman - Closer: Mais Perto (4º)
Cate Blanchett - O Aviador (1º)

Melhor Argumento
Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos (-)
Colisão (4º)

Melhor Montagem

kate.JPG

O Aviator (2º)
Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos (3º)

Melhor Fotografia
Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos (-)
O Segredo dos Punhais Voadores (1º)

Melhor Banda Sonora
A Noiva Cadáver (-)
Elizabethtown (-)

Melhor Filme de Animação

corpse bride.JPG

A Noiva Cadáver (1º)
Wallace and Gromitt - A Maldição do Coelhomem(2º)

Revelação Masculina 2006
Zach Braff
Nuno Lopes

Revelação Feminina 2006
Rachel McAdams
Catalina Sandino Moreno

Total de Vitórias:

6 - Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
2- A Noiva Cadáver
1 - O Aviador, Closer: Mais Perto, Mar Adentro

A maior parte das categorias tiveram vencedores previsíveis, mas acima de tudo justos, há no entanto duas situações que me deixaram bastante surpreendido e que gostaria de comentar.

Embora considere Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos um grande filme e um justo vencedor na maior parte das categorias, não posso deixar de pensar que alguns dos votantes se deixaram levar pelo seu amor pelo filme quando lhe atribuiram o prémio de melhor fotografia. Nesta categoria Million Dollar Baby é perfeitamente banal e não me parece que mereça, nem perto, um lugar de destaque entre os melhores de 2005. Aliás entre os muitos prémios para que este filme foi nomeado o ano passado, nem uma só vez foi sequer considerado nesta categoria.

Outro resultado que me surpreendeu foi o segundo lugar de Elizabethtown na categoria de melhor banda sonora. Por uma razão muito simples, na minha opinião um prémio de melhor banda sonora deve premiar uma composição de música escrita especificamente para o filme, nunca, como aconteceu neste caso, uma colectânea de canções já existentes.
Elizabethtown tem realmente alguma música que foi composta e escrita originalmente, mas esta representa uma minoria da sua banda sonora, pelo que não me parece que todos os que aqui votaram estivessem a pensar apenas nessas músicas.

Há mais Lumière para o ano, que espero, nos proporcione filmes ainda melhores!



























O Melhor do Ano

Como eu já contei num artigo mais antigo, antes de criar o DVD fundei um blog sobre cinema no Blogspot. A coisa não correu muito bem e acabei por desistir. Mais tarde decidi voltar, mas como já nessa altura existiam tantos blogs de cinema, achei melhor ser um pouco diferente e criar este espaço, que tanto quanto sei era e é único a dedicar-se exclusivamente aos dvd's.

Entretanto o ano passado criei o Cinema, um blog dedicado ao cinema em geral. Na altura tomei essa decisão porque acontece-me muitas vezes ver um trailer gosto e sobre o qual quero falar, uma notícia que gostava de partilhar, ou um filme que acho tão bom (ou tão mau) que tenho logo a necessidade de falar sobre ele. No entanto, e apesar da paixão que tenho pelo cinema, não é muito fácil arranjar tempo para dois blogs, pelo que desisti da ideia e continuei apenas com este.

Isto tudo para dizer que embora este blog não seja o local mais óbvio para publicar uma lista do que de melhor se fez este ano em cinema, não consigo resistir. Adoro fazer estas coisas...

Melhor Montagem:

guerra dos mundos.JPG

1. A Guerra dos Mundos
2. O Aviador
3. Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos
4. Star Wars: Episódio III: A Vingança dos Sith (John Wiliams)
5. Elizabethtown

As montagens de A Guerra dos Mundos e O Aviador são de uma perfeição técnica impressionante, no entanto acabei por escolher como melhor o trabalho de Michael Kahn por duas razões. A primeira é o suspense avassalador que A Guerra dos Mundos mantém durante a totalidade da sua primeira hora, a segunda é que o trabalho de Thelma Shoonmaker em O Aviador perde um pouco pela perda de ritmo a meio do filme, que chega mesmo por alguns minutos a ser algo maçador.

Destaque ainda para a montagem do último capítulo da saga Star Wars, onde o destaque vai para a minha cena preferidadeste ano em cinema, a execução da Ordem 66, uma cena fabulosa.

Melhor Fotografia:


segrdo dos punhais.JPG

1. O Segredo dos Punhais Voadores
2. Um Longo Domingo de Noivado
3. O Aviador
4. King Kong
5. A Guerra dos Mundos

A fotografia de O Segredo dos Punhais Voadors é de uma beleza arrebatadora, é impossível ficar indiferente a um trabalho tão perfeito. O mesmo pode ser dito para Um Longo Domingo de Noivado, se bem que sem atingir exactamente o mesmo grau de perfeição.

O Aviador talvez até merecesse ficar no segundo lugar, mas foi uma escolha complicada. A maneira como o estilo da fotografia vai mudando conforme as décadas vão passando é genial.

Melhor Banda Sonora:


john williams.JPG

1. Star Wars: Episódio III: A Vingança dos Sith (John Wiliams)
2. As Crónicas de Narnia (Harry Gregson-Williams)
3. Reino dos Céus (Harry Gregson-Williams)
4. O Aviador (Howard Shore)
5. King Kong (James Newton Howard)

John Williams é sem dúvida um dos melhores compositores da história do cinema, ninguém tem tantos Óscares como ele e é muito provável que este ano aumente ainda mais a distância para os seus perseguidores. Temas como Battle of Heroes e Anakin's Betrayal são incrívelmente emocionais e contribuem muito para fazer de Star Wars A Vingança dos Sith o grande sucesso que foi.

Mas a grande surpresa do ano foi Harry Gregson-Williams, que compôs duas bandas sonoras magníficas, difícil mesmo foi escolher qual delas a melhor.

Só hoje é que consegui ver o Corpse Bride e devo dizer que a banda sonora de Danny Elfman é sem dúvida uma das melhores de 2005 e tenho muita pena de não a incluír nesta lista, a verdade é que gosto tanto de qualquer uma das que já tinha escolhido que não consegui tirar uma...


Melhor Filme Animado:

corpse bride.JPG

1. Corpse Bride
2. Wallace and Gromit: A Maldição do Coelhomem
3. Robots

Corpse Bride é uma obra prima, Wallace and Gromit não chegando ao mesmo patamar é também um excelente filme. Robots está aqui mais para encher... Não é um mau filme, pelo contrário, mas não passa de um entretenimento agradável. De qualquer maneira sempre é melhor que o fraquinho Madagáscar. Não vi o Chicken Little.

Melhor Actriz Secundária:


kate.JPG

1. Cate Blanchett (O Aviador)
2. Virginia Madsen (Sideways)
3. Laura Linney (Relatório Kinsey)
4. Natalie Portman (Closer)
5. Sophie Okonedo (Hotel Rwanda)

Mais uma actuação de grande classe de Cate Blanchett, que nunca falha, seja qual for o papel. Curiosamente (ou não) nesta categoria escolhi exactamente as mesmas actrizes que foram nomeadas para a última edição dos Óscares.


Melhor Actor Secundário:

ian mcdiarmid.JPG

1. Ian McDiarmid (Star Wars: Episódio III: A Vingança dos Sith)
2. Morgan Freeman (Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos)
3. Paul Giamatti (Cinderella Man)
4. Thomas Haden Church (Sideways)
5. Clive Owen (Closer)

Talvez este seja o primeiro lugar mais inesperado desta lista, Ian McDiarmid é fabuloso do princípio ao fim neste filme. A subtileza com que este seduz Anakin para o lado negro e a grande cena em que este lhe conta uma velha lenda Sith (na foto) e depois a malícia e determinação da sua representação quando o imperador é finalmente revelado falam por si.


Melhor Actriz Principal:

hilary.JPG

1. Hilary Swank (Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos)
2. Naomi Watts (King Kong)
3. Joan Allen (O Lado Bom da Fúria)
4. Paz Vega (Espanglês)
5. Aundrey Tautou (Um Longo Domingo de Noivado)

Nesta categoria, tal como na próxima não há grandes surpresas. Hilary Sawnk mereceu os prémios que ganhou, já que o seu trabalho em Million Dollar Baby é tocante e muito inspirado.

Naomi Watts é fabulosa em King Kong, como é em tudo o que entra, mas desta vez tem a dificuldade acrescida de estar a contracenar com um homem num fato verde e a verdade é que não se nota. Se a sua relação com King Kong não fosse credível todo o filme desabaria, mas assim ganha uma dimensão humana que só uma grande actriz conseguiria trazer ao papel.


Melhor Actor Principal:

ray.JPG

1. Jamie Foxx (Ray)
2. Paul Giamatti (Sideways)
3. Don Cheadle (Hotel Rwanda)
4. Leonardo DiCaprio (O Aviador)
5. Johnny Depp (Charlie e a Fábrica de Chocolate)

Uma categoria muito renhida, exceptuando o primeiro lugar, sobre o qual não tive grandes dúdivas.

Não foi nomeado mas não posso deixar de referir uma mensão honrosa para o trabalho de Andy Serkis e os animadores da Wetta para comporem a fantástica personagem que é King Kong. 


Melhor Argumento:

elizabethtown.JPG

1. Elizabethtown
2. Sideways
3. Million Dollar Baby
4. Colisão
5. Hotel Rwanda

Cameron Crowe parece que faz filmes a pensar em mim, é tão simples como isso. As suas histórias são belas, as suas personagens são tão genuínas que não poderia deixar de escolher para melhor argumento o seu trabalho em Elizabethtown. Um filme fabuloso.


Melhor Realizador:

spielberg.JPG

1. Steven Spielberg (A Guerra dos Mundos)
2. Martin Scorsese (O Aviador)
3. Tim Burton (Corpse Bride)
4. Peter Jackson (King Kong)
5. Cameron Crowe (Elizabethtown)

Steven Spielberg é seguramente o realizador mais popular da actualidade, e embora muitas vezes popularidade não seja sinónimo de talento é-o neste caso. Muito poucos realizadores conseguem transmitir emoções como ele. Independentemente das falhas que o argumento de A Guerra dos Mundos apresenta, é notável a maneira como o realizador mantém um intenso suspense durante quase todo o filme. Vejam as cenas em que os tripods aparecem pela primeira vez, ou a fabulosa cena do carro em fuga na autostrada, em que a camara viaja à volta do carro, dentro e fora, num único take, sem cortes. Fabuloso.

Também genial é a direcção de Martin Scorsese em O Aviador. Million Dollar Baby mereceu inteiramente ter ganho o Óscar de Melhor Filme o ano passado, mas o de Melhor Realizador devia ter ido para Scorsese.

Tim Burton esteve este ano ao seu melhor nível, mais dois excelentes filmes (principalmente Copse Bride) para ver e rever vezes sem conta, tal como Eduardo Mão de Tesoura e Big Fish.

Os Filmes:

star wars.JPG

Decidi apresentar aqui, em vez de um top 5 ou top 10, todos os filmes que vi deste ano de 2005, o que torna até mais fácil saber em condições fiz as escolhas para as restantes categorias. Os 50 filmes estão ordenados do que gostei mais para o que gostei menos.

Gostar de um filme não é só apreciar os movimentos da câmara ou ouvir bons diálogos, são também os conhecimentos, as emoções,  toda a bagagem emocional que levamos para a sala de cinema que nos podem fazer apaixonar por um filme. Todos passamos por experiências e situações únicas na vida e isso reflete-se na maneira como vemos o mundo à nossa volta. Como tal, e como já disse outras vezes, é por isso estas listas são subjectivas e é esta diferença de opiniões que torna tão interessante discutir cinema.

1. Star Wars: Episódio III - A Vingança dos Sith  2,5.jpg
2. Elizabethtown  2,5.jpg
3. Corpse Bride  2,5.jpg
4. Sideways  2,5.jpg
5. King Kong  2,5.jpg

6. Million Dollar Baby - Sonhos Vencidos  2,5.jpg
7. Batman - O Início  2,5.jpg
8. Um Longo Domingo de Noivado  2,5.jpg
9. Charlie e a Fábrica de Chocolate  2,5.jpg
10. Colisão  2,5.jpg

11. O Aviador  2,5.jpg
12. Guerra dos Mundos  2,5.jpg
13. Perto Demais  2,5.jpg
14. Wallace e Gromit: A Maldição do Coelhomem  2,5.jpg
15. Harry Potter e o Cálice de Fogo  2,5.jpg

16. Hotel Ruanda  2,5.jpg
17. Garden State  2,5.jpg
18. Relatório Kinsey  2,5.jpg
19. Saraband  2,5.jpg
20. O Segredo dos Punhais Voadores  2,5.jpg

21. Mr. e Mrs Smith  2,5.jpg
22. O Lado Bom da Fúria  2,5.jpg
23. Oldboy - Velho Amigo  2,5.jpg
24. A Intérprete  2,5.jpg
25. Cinderella Man  2,5.jpg

26. Espanglês  2,5.jpg
27. Um Peixe Fora de Água  2,5.jpg
28. Os Fura Casamentos  2,5.jpg
29. Saw - Enigma Mortal  2,5.jpg
30. Hitch - A Cura Para o Homem Comum  Constantine  2,5.jpg

31. Assalto à 13ª Esquadra  2,5.jpg
32. Team América - Polícia Mundial  2,5.jpg
33. Robôs  2,5.jpg
34. Ocean's Twelve  2,5.jpg
35. Reino dos Céus  2,5.jpg

36. Sin City - A Cidade do Pecado  2,5.jpg
37. A Ilha  2,5.jpg
38. À Boleia pela Galáxia  2,5.jpg
39. Constantine  2,5.jpg
40. Madagáscar  2,5.jpg

41. Melinda e Melinda  2,5.jpg
42. O Maquinista  2,5.jpg
43. Ray  2,5.jpg
44. Uns Compadres do Pior  2,5.jpg
45. O Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa: As Crónicas de Nárnia  2,5.jpg

46. Casei com uma Feiticeira  2,5.jpg
47. Birth - O Mistério  2,5.jpg
48. Darkness - As Trevas  2,5.jpg
49. Águas Passadas  2,5.jpg
50. Hide and Seek  2,5.jpg

No conjunto foi um excelente ano de cinema, só tenho de pena de não ter visto alguns filmes que estão apontados noutras listas, para poder fazer uma análise mais completa. Filmes como Mar Adentro, O Fiel Jardineiro, A Queda - Hitler e o Fim do Terceiro Reich ou O Senhor da Guerra, que resta esperar que sejam lançados em dvd.




























































































Os melhores filmes lançados em dvd em 2005: Parte II

Peço imensa desculpa pelo atraso na publicação desta segunda perte do artigo. Estive cheio de trabalho na faculdade e todo o tempo que tinha livre foi obviamente ocupado com outras coisas mais prioritárias. Mas agora estou de volta e espero continuar a escrever com alguma regularidade.

O Lado Bom da Fúria

Realizador: Mike Binder
Actores: Joan Allen, Kevin Costner, Evan Russel Wood
Género: Drama/Comédia

Um pai de família desaparece de casa e Terry Wolfmeyer, personagem brilhantemente interpretada por Joan Allen, tem de tomar conta da casa e das suas três filhas, cada uma com os seus problemas.

O argumento deste filme foi pensado propositadamente para Allen e ela não desperdiçou a oportunidade, é sem dúvida a alma do filme. Mas a actriz está muito bem acompanhada por três jovens actrizes e pelo experiente Kevin Costner.

Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Million Dollar Baby

Realizador: Clint Eastwood
Actores: Hilary Swank, Clint Eastwood, Morgan Freeman
Género: Drama

Os votantes para os Óscares decidiram premiar Million Dollar Baby como filme do ano e Clint Eastwood como melhor realizador. Quanto à primeira vitória não tenho nada a apontar, é inteiramente justa. No que à realização diz respeito preferia a direcção cheia de classe de Martin Scorsese, mas também não choca que o prémio tenha ido para o veterano autor, já que o seu trabalho neste filme tem tanto de discreto como de eficaz.

Mas a grande qualidade deste filme deve-se também ao excelente argumento de Paul Haggis e às interpretações fabulosas dos actores principais, Hilary Swank, Morgan Freeman e Clint Eastwood (os dois primeiros venceram mesmo o Óscar). 

Um drama poderoso de Clint Eastwood que acaba por não ser bem o que à primeira vista aparenta e não deve ficar sem ser visto.

Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Mr. & Mrs. Smith

Realizador: Doug Liman
Actores: Brad Pitt, Angelina Jolie, Vince Caughn
Género: Acção/Comédia

Este é para mim o filme mais divertido do ano, uma mistura perfeita entre acção em comédia. Até podia armar-me em intelectual, tentar explicar como isto pode ser visto como uma metáfora para os problemas matrimoniais, mas a verdade é que isso não interessa para nada. Este é um filme com muitas explosões, muitas cenas de tiroteios impossíveis, em que os bons acertam sempre e os maus são péssimos atiradores, um humor inteligente que provoca muitas gargalhadas, e sobretudo uma grande química entre dois actores se estão a divertir e muito (toda a gente sabe no que deu...).

Os extras não são muitos mas temos três comentários áudio, cenas cortadas e um pequeno documentário sobre uma das cenas. Alguém pressente uma edição especial?

 Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Oldboy

Realizador: Chan-wook Park
Género: Acção/Thriller

Não costumo ser um grande fã dos filme orientais, não que não sejam bons, simplesmente têm um estilo e uma bordagem que por alguma razão não me cativam especialmente. Este não é exepção, há ali qualquer coisa, não sei se no ritmo, se no argumento em si que me impede de o achar a obra prima que muito gente proclama. De qualquer modo é uma excelente história de vingança, com um final inesperado, sem dúvida.

 Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

À Procura da Terra do Nunca

Realizador: Marc Forster
Actores: Johnny Depp, Kate Winslett, Freddy Highmore
Género: Drama

Contando com uma história tão inspirada como inspiradora e com interpretações de grande nível de Johnny Depp e do jovem Freddy Highmore, que com apenas 12 anos mostra uma maturidade notável para a sua idade, este filme ficará com certeza na mente dos que o viram como um dos mais belos filmes dos últimos anos.
À Procura da Terra do Nunca pelas temáticas que aborda e emoções que transmite, é um filme intemporal. Daqueles filmes cujas memórias ficam connosco muito depois de sairmos da sala de cinema, aqueles filmes que queremos que todos os nossos amigos vejam, porque nos marcou e esperamos que os inspire da mesma maneira.  Este é um desses filmes, não me lembro de nenhum elogio melhor para lhe fazer.

Os extras não são muito importantes, essencialmente material promocional.

 Filme: 2,5.jpg Extras: 2,5.jpg 

O Segredo dos Punhais Voadores

Realizador: Yimou Zhang
Actores: Takeshi Kaneshiro, Andy Lau, Ziyi Zhang
Género: Acção/Comédia

Não interessa que este filme tenha boas interpretações, nem que a história seja interessante, porque mesmo quem não encontre estas qualidades no filme não pode negar que este é o filme mais belo visualmente alguma vez filmado. A fotografia é brilhante, os enquadramentos fabulosos. Uma obra prima visual incortornável.

Filme:  2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Sideways

Realizador: Alexander Payne
Actores: Paul Giamatti, Thomas Haden Church, Vurginia Madsen
Género: Comédia/Drama

Sempre fui um grande fã do trabalho de Alexander Payne, quer como realizador, quer como argumentista e nunca ouve nada em que ele tocasse que eu não tivesse gostado (sim, eu sei que ele escreveu o argumento do Jurassic Park III, mas acontece que eu gosto desse filme). Ainda por cima este é um dos seus melhores filmes, se não mesmo o melhor.

Payne criou em Sideways aquele tipo de personagens que ficam connosco muito depois de sairmos da sala de cinema. Não por serem pessoas perfeitas, muito pelo contrário, mas porque conquistam a nossa simpatia logo nos primeiros minutos de filmes. Claro que ajuda que Paul Giamatti, Thomas Haden Church, Vurginia Madsen sejam três excelentes actores e dêm tanta alma aos seus papéis.

Os extras sãso algo pobres, mas algumas das cenas cortadas merecem ser vistas. Atenção que a caixa diz que existe um comentário do realizador, quando é mentira (a não ser que esteja tão escondido que não o encontrei).

 Filme: 2,5.jpg  Extras:  2,5.jpg    Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Star Wars: Episódio III: A Vingança dos Sith

Realizador: George Lucas
Actores: Hayden Christensen, Ewan McGragor, Natalie Portman, Ian McDiarmid, Samuel L. Jackson
Género: Ficção Científica/Acção/Drama

Este é um filme que não precisa de apresentações. A saga de George Lucas chegou ao fim e pode-se dizer que acabou em grande. Eu sou um bocado suspeito, já que estes são os meus filmes preferidos, mas A Vingança dos Sith não só é um dos melhores filmes do ano como é merecedor de estar lado a lado com a obra prima que é O Império Contra-Ataca, que é para mim o melhor filme de sempre.

George Lucas nem sempre tomou as opções certas com esta segunta trilogia, principalmente quando decidiu que A Ameça Fantasma seria um filme infantil, mas redimiu-se completamente neste terceiro filme. Mesmo em relação a O Ataque dos Clones (de que eu também gosto muito) são visíveis as melhorias.

A batalha inícial, passada por cima do planeta Coruscant, é fabulosa, os combates de sabre de luz não são apenas fantásticos visualmente mas também emocionalmente e a cena em que é executada a ordem 66 é para mim a mais poderosa cena que vi em filme estreados este ano. Não posso deixar de mencionar ainda a grande interpretação de Ian McDiarmid.

Lançado numa edição especial de dois discos há extras para todos os gostos. A cena cortada em que Yoda chega a Dagobah é magnífica, o documentário Within a Minute é imperdível.

 Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Supremacia

Realizador: Paul Greengrass
Actores: Matt Damon, Franka Potente, Brian Cox, Julia Stiles, Karl Urban, Joan Allen
Género: Acção/Thriller

Supremacia é, em muitos aspectos, superior ao seu antecessor. A história é mais interessante e sobretudo mais cativante que a de Identidade Desconhecida, a realização, a que Greengrass quis dar um estilo de documentário é mais eficiente e a acção é talvez melhor distribuida durante o filme, o que acrescenta muito mais ritmo à narrativa.
Supremacia é uma agradável surpresa. Aqueles que já tinham gostado do primeiro, vão gostar ainda mais deste, os que têm a opinião que Identidade Desconhecida tem um ritmo muito lento possivelmente vão ficar rendidos eficácia narrativa de Supremacia. E qualquer que seja a vossa opinião sobre este filme, uma coisa é certa, ninguém vai ficar indiferente à perseguição de automóvel em Moscovo. Sem grandes explosões nem efeitos por computador,  mas com um planeamento e realização exemplares, é sem dúvida umas das melhores dos últimos tempos.

Ums boa edição em dvd faz deste um filme bastante apetecível para os amantes de thrillers de espionagem.

Ler crítica completa

Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg

Terminal de Aeroporto

Realizador: Steven Spielberg
Actores: Tom Hanks, Catherin Zeta Jones, Stanley Tucci, Diego Luna
Género: Drama/Comédia

Uma das muitas qualidades de Steven Spielberg é conseguir passar de um género para outro e ser sempre brilhante. Filma um grande blockbuster de acção, uns meses depois já está a filmar o que poderia ser o pequeno filme independente. Pelo menos numa coisa ele é constante, a qualidade dos seus projectos. Este Terminal não é excepção, durante as duas horas é difícil evitar não nos deixarmos levar pela história de Viktor Navorski, brilhantemente interpretado por Tom Hanks. É uma história simples mas com muito charme, bem ao estilo dos filmes de Frank Capra.

A edição especial não é propriamente carregada de extras, mas os que existem não são nada maus. Se ao menos Spielberg se decidisse a fazer comentários áudio...

  Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Tesouro

Realizador: Jon Turteltaub
Actores: Nicolas Cage, Diane Kruger, Sean Bean, Jon Voiht, Harvey Keitel
Género: Acção/Aventura

Foi um golpe de mestre de Jerry Bruckheimer aproveitar a loucura em torno de O Código de Da Vinci e fazer um filme que junta o conceito de um tesouro que pode ser descoberto através de várias pistas escondidas noutros objectos com a aventura imparável de um filme como Indiana Jones. Esta fusão revela-se bastante eficaz e a história flui sempre com interesse, muito também graças a um grupo bem escolhido de actores.

 Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Titanic

Realizador: James Cameron
Actores: Leonardo DiCaprio, Kate Winslet, Billy Zane, Katie Bates
Género: Drama/Romance

Titanic não é apenas um dos filmes mais lucrativos de sempre, é também um dos mais premiados da história do cinema. Como já disse há algum tempo num artigo que escrevi no blog, agora parece que está na moda dizer-se que não se gosta do Titanic. É verdade que o filme é um bocado lamechas na parte final, mas continuo a achar que esta é um dos grandes épicos da história do cinema. Um filme grandioso, espectacular mas simples intimista quando tem de o ser.

 

 Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Um Longo Domingo de Noivado

Realizador: Jean Pierre Jeunet
Actores: Audrey Tautou, Gaspard Ulliel, Dominique Pinon, Jodie Foste
Género: Drama

Uma história de amor e dedicação inspiradora e comovente, sem nunca ser lamechas ou massadora. E mesmo que fosse o caso seria de visionamento obrigatório, só pela beleza de cada cena, Jeunet como realizador extremamente visual que é, escolhe cada enquadramento, prepara cada movimento de câmara com uma perfeição notável, do caos do campo de batalha, à simplicidade dos momentos partilhados pelos dois namorados. Tudo isto, complementado com uma fotografia de cortar a respiração, torna cada imagem deste filme em pura poesia.

À primeira vista, olhando apenas para a lista de extras da caixa esta edição pode parecer simples, mas um olhar mais atento mostra um dvd bastante competente, se excluirmos a falha que é não haver legendas em português para os comentários do realizador.

Ler crítica completa

 Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

A Vila

Realizador: M. Night Shyamalan
Actores: Joaquin Phoenix, Bryce Dallas Howard, Adrien Brody, William Hurt, Sigourney Weaver, Brendan Gleeson.
Género: Drama/Romance

A Vila de Shyamalan, é um dos filmes mais belos que já foram feitos, e é pena que muitas pessoas não tenham visto o mesmo filme que eu vi. Em muitos casos penso que isto aconteceu por dois factores.

O primeiro é a habituação que Shyamalan criou em alguns dos espectadores, que já vão para os seus filmes somente com o objectivo de adivinhar o twist final. Neste filme há duas reviravoltas mais ou menos inesperadas dos acontecimentos, é verdade, mas quem venha dizer que o filme é mau porque o twist não foi surpreendente, está a passar completamente ao lado da história do filme. Em ambos os casos não a reviravolta existe não como mero artifício para surpreender os espectador. Num caso surge como um facto importante para a história que permite a uma personagem centra à história tomar uma decisão importante sobre o seu futuro e o da comunidade a que pertence, no outro caso, é a razão de ser da própria história, sem ele o filme seria completamente banal, em vez de uma reflecção sobre o modo como as pessoas vivem e tomam decisões em sociedade.

O segundo factor para este filme ter sido tão mal recebido por grande parte da crítica e do público foi uma estratégia de  marketing completamente errada. O filme foi anúnciado sempre como um filme de terror, quando é essencialmente e acima de tudo uma história de amor e dedicação. Uma história de amor que é filmada magistralmente por Shyamalan, que sem dúvida nenhuma, terá daqui a uns anos o seu nome inscrito ao lado dos grandes mestres do cinema.

Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Wimbledon

Realizador: Richard Loncraine
Actores: Kirsten Dunst, Paul Bettany
Género: Comédia/Romance

Este não é um filme para ganhar Óscares, o argumento não é nenhuma obra prima, a realização não tem grandes rasgos, mas é um filme que vale pelas suas duas personagens principais. Ainda mais por estas serem interpretadas por dois excelentes actores, muito carismáticos e com uma grande química entre si. Um filme muito simpático e bem disposto.

 Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg















Os melhores filmes lançados em dvd em 2005: Parte I

Aqui fica então a primeira parte desta lista. Dizer que este são os melhores filmes lançados em dvd em 2005 talvez seja um bocado pretencioso, o mais correcto será dizer que estes são os meus filmes preferidos lançados este ano.

Os filmes encontram-se por ordem alfabética, esta primeira metade vai até à letra I.

2046

Realizador: Wong Kar Wai
ActoresTony Leung, Chiu Wai, Ziyi Zhang
Género: Drama

Wong Kar Wai não faz filmes que agradem a toda a gente. São filmes com um ritmo lento, que demoram tempo para chegar onde têm de chegar, para dizer o que têm a dizer. Quem tem a paciência para acompanhar toda a viagem é recompensado com obras que são pura poesia visual. Eu nunca gostei de fazer sinopses para filmes, e a deste filme é particularmente difícil. É uma história sobre descoberta pessoal, sobre amor, muito bem filmada, superiormente interpretada. Brilhante a fotografia de Christopher Doyle, como sempre.

 Filme: 2,5.jpg Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Realizador: Martin Scorsese
Actores: Leonardo DiCaprio, Cate Blanchett, Kate Beckinsale, John C. Reilly, Alec Baldwin, Alan Alda, Ian Holm
Género: Drama

Martin Scorcese merecia ter ganho o seu primeiro Óscar com este filme, o seu trabalho neste filme é monumental. Só é pena que o argumento não estivesse completamente à altura e se perca logo na altura em que mais interessava economia narrativa, quanto mais o filme se aproxima do fim mais parece longe de acabar. Apesar de excessivamente longo na parte final merecem destaque, além da realização, as excelentes interpretações de Leonardo Di Caprio e Kate Blanchet, a fotografia que vai mudando ao longo do filme, conforme as épocas e a banda sonora de Howard Shore.

Filme: 2,5.jpg Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Antes do Anoitecer (Before Sunset)

Realizador: Richard Linklater
Actores: Ethan Hawke, Julie Delpy
Género: Drama/Romance

O filme conta o reencontro de duas personagens que já não se viam há 9 anos (o tempo que passou deste o primeiro filme, Antes do Amanhecer).
O argumento, da autoria de Linklater, Delpie e Hawke, é uma verdadeira obra prima. Que mais se pode dizer de um filme que não faz mais que acompanhar duas pessoas à conversa e que nos mantém interessados do primeiro ao último minuto? E mais que isso, que nos faz guardar estas duas pessoas na memória muito depois dos créditos finais terem rolado.

Quanto aos extras, esta edição apenas trás um curto making of, com a duração de nove minutos

Ler crítica completa

 Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Batman O Início

Realizador: Christopher Nolan
Actores: Christian Bale, Michael Caine, Liam Neeson, Morgan Freeman, Gary Oldman, Ken Watanabe, Katie Holmes, Cillian Murphy, Rutger Hauer.
Género: Acção/Thriller

Foram necessárias cinco tentativas para acertar finalmente numa adaptação de Batman para o grande ecrã. 
O principal trunfo do argumento de Christofer Nolan e David Goyer é mesmo o facto de pela primeira vez Bruce Wayne ter um grande peso na narrativa. A primeira metade do filme é sobre o percurso que leva Wayne a transformar-se em Batman, com particular destaque para a motivação que leva o personagem a escolher o morcego como imagem de marca. A maneira como Batman aparece e desaparece nas sombras, levando consigo os seus enimigos, como é usado o conceito do medo, as interpretações de todo o elenco... perfeito. Para ver e rever.

É uma edição interessante, que podia ir mais longe em termos de extras (um comentário áudio do realizador e argumentista seria muito interessante), mas que vale bem a pena, nem que seja pelo excelente filme.

Ler crítica completa

 Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Belleville Rendez-Vous (Les Triplettes de Belleville)

Realizador: Sylvain Chome
Género: Comédia/Aventura

Delirante exercício de animação. Um ciclista é raptado e a avó vai ter de o salvar de ser parte de um plano maquiavélico...

O filme não tem diálogos pelo que o humor é puramente visual e animação é bastante diferente do habitual e muito bem feita. Uma agradável surpresa que merece ser descoberta.

Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Cinema Paraíso (Nuovo Cinema Paradiso)

Realizador: Giuseppe Tornatore
Actores:Philippe Noiret,Jacques Perrin, Marco Leonardi,Salvatore Cascio
Género: Drama

Um filme fabuloso, sem dúvida dos melhores jamais feitos. Não consigo imaginar que alguém com o mínimo de amor por cinema não ache isto uma abra prima absoluta.
Além disso este filme tem dos finais mais belos da história do cinema.

A edição especial não tem extras, apenas as duas versões do filme, a que estrou nos cinemas fora de Itália e a versão original do realizador.

 Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Closer: Mais Perto (Closer)

Realizador: Mike Nichols
Actores: Natalie Portman, Jude Law, Julia Roberts, Clive Owen
Género: Drama/Romance

Este é um filme para fazer os seus actores brilhar, e todos os quatro listados em cima se entregam de corpo e alma aos seus papéis.

Que ninguém veja isto a pensar que é uma comédia romântica em que acabam todos felizes e contentes.  É um filme brutal sobre como as relações podem ser destrutoras e marcar uma pessoa para sempre. Uma obra também ela marcante.

 Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Colateral (Collateral)

Realizador: Michael Mann
Actores: Tom Cruise, Jamie Foxx, Jada Pinket Smith
Género: Drama/Thriller/ Acção

Muito bom filme de acção com excelentes interpretações de todo o elenco, em especial Jamie Foxx. Tom Cruise é um assassino que tem de matar várias pessoas numa noite. Para fazer as viagens entre trabalhos contrata um taxista, que quando percebe o que se passa faz tudo para sair se livrar do seu passageiro.

Michael Mann filma a noite de Los Angeles com eficácia, o único defeito do filme é o final, que deveria ter tido outro impacto.

Filme: 2,5.jpg Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Colisão (Crash)

Realizador: Paul Haggis
Actores: Don Cheadle, Matt Dillon, Sandra Bullock
Género: Drama/Thriller

Filme que marca a estreia de Paul Haggis na realização, ele que também escreveu o argumento (venceu este ano um Óscar pelo argumento de Million Dollar Baby).

O filme segue várias histórias em simultâneo, todas sobre racismo. Há alguns artíficios narrativos demasiados evidentes e algumas personagens que não são mais que estereotipos e clichés, mas no conjunto é um filme poderoso e que dá que pensar. Excelentes interpretações de quase todo o elenco.

 Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

O Feiticeiro de Oz (The Wizard of Oz)

Realizador: Victor Fleming
Actores: Judy Garland
Género: Musical/Aventura

Um dos grandes clássicos do cinema. É um filme que está algo datado, mas continua a ser muito agradável de ver pela inocência e magia que transmite. Um filme ideial para ver em família.

Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Garden State

Realizador: Zach Braff
Actores: Zach Braff, Natalie Porman
Género: Drama/Comédia

Tal como Elizabethtown, estreado este ano, este filme parte da morte de um familiar da personagem principal (neste caso a mãe) como ponto de partida para uma viagem de apredizagem e descoberta. Excelente a estreia de Zach Braff na realização e esrita do argumento.

Filme: 2,5.jpg Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

Gladiador (Gladiator)

Realizador: Ridley Scott
Actores: Russel Crowe, Joaquin Phoenix, Coniie Nielsen, Richard Harris, Djimon Housou
Género: Drama/Acção

Um grande filme de Ridley Scott, que mereceu cada Óscar que ganhou, a história de vingança de Maximus prende qualquer um ao ecrã até ao fim do filme, muito devido ao desempenho extraordinário de Crowe. Claro que a qualidade do argumento, efeitos especiais e cenas de acção também têm alguma importância...

Este ano foi lançado uma edição de três dicos, os extras mostarm tudo o que se possa imaginar. Uma edição muito completa e indispensável.

Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

O Gigante de Ferro (Iron Giant)

Realizador: Brad Bird
Actores: Jennifer Aniston, Vin Diesel
Género: Drama/Ficção Científica/Comédia

O Gigante de Ferro marcou ainda a estreia  de Brad Bird na realização de um filme para cinema. Foi o lançar de uma carreira que promete grandes sucessos, depois deste filme Bird escreveu e realizou um dos grandes sucessos do ano que passou, Incredibles - Os Super Heróis (em baixo).

Com uma história apaixonante, com semelhanças a E.T - O Extra Terrestre, este filme consegue ser uma mistura incrivelmente eficaz de comédia, acção e ficção científica. A animação merece também um grande destaque, não só pelas belas cores do desenho mas pelo cuidado que os animadores tiveram na atenção ao detalhe. Basta ver a expressividade que conseguiram dar ao gigante práticamente apenas dos olhos e da linguagem corporal.

Este filme está disponível numa edição especial bastante completa .

Ler crítica completa

 Filme: 2,5.jpg  Extras 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpg

A Guerra dos Mundos (War of te Worlds)

Realizador: Steven Spielberg
Actores: Tom Cruise, Dakota Fanning, Tim Robbins, Justin Chatwin
Género: Drama/Ficção Científica/Thriller

Steven Spielgerg é sem dúvida um dos melhores realizadores de sempre. Este filme foi muito críticado pelo se final (críticas algo ilógicas, nem que seja por ser o final do livro que este filme adapta), mas ninguém tira a Spielberg a criação de um dos filmes mais intensos que já vi. A mestria do realizador para criar suspense é incrível, a primeira hora do filme é imparável, sempre com a tensão a aumentar.Impressionante.

Já agora uma nota, para quem ainda for ver ou rever o filme, reparem bem como é filma a cena em que a família foge de carro pela autoestrada no início do filme. Que cena tão bem filmada, tudo num só take que eu diria impossível se não tivesses visto. É esta a magia do cinema... que venha Munich

Filme: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento: 2,5.jpg

Incredibles: Os Super Heróis (The Incredibles)

Realizador: Brad Bird
Actores: Craig Nelson, Holly Hunter, Brad Bird, Samuel L. Jackson
Género: Acção/Aventura/Comédia

A animação da Pixar está também a grande nível é, como sempre, de cortar a respiração. Mas o que distingue verdadeiramente a animação neste filme, em relação a outros do género, é a atenção aos pormenores, pequenas coisas que a passaram facilmente despercebidas, mas que aumentam e muito a qualidade do filme. A história é muito inteligente, uma mistura perfeita de comédia, drama e acção.

Brad Bird criou com este filme um verdadeiro clássico, não só para as crianças mas também para os adultos. Durante todo o filme não pude evitar olhar para o ecrã sempre com um enorme sorriso. Desculpem o cliché, mas este filme é Incrível.

No que aos extras diz respeitom, já estamos habituados à qualidade dos dvd dos filmes da Pixar, mesmos os de apenas um disco, logo não é de estranhar que esta edição de coleccionador seja de grande qualidade.

Ler crítica completa

Filme: 2,5.jpg  Extras: 2,5.jpg  Valor de Revisionamento:  2,5.jpgA segunda parte será publicada esta semana.















50 dvds Incontornáveis

A revista Premiere, para comemorar os seus seis anos de existência, deciciu, com a ajuda do site Cinema2000, fazer uma lista dos 50 dvd's incontornáveis para os seus leitores. Esta lista será depois publicada na edição de Novembro, num suplemento especial editado em colaboração com as lojas Fnac.

Eu não podia deixar de dar a minha contribuição, tal como vocês também podem dar (até dia 15), bastando para isso seguir este link.

Fazer listas destas nunca é fácil, alguns filmes muito bons ficaram obviamente de fora. Visto que isto é uma lista de dvds, houve casos em que estando indeciso entre um ou outro filme, optei por aquele que apresenta uma edição melhor, ou extras mais completos. No entanto é óbvio que o principal critério foi a qualidade do filme em si.

Obras primas como Magnólia, Aconteceu no Oeste, Antes do Anoitecer,  Despertar da Mente ou O Mundo a Seus Pés mereciam ter entrado, mas não houve espaço para todos. Aqui ficam então as minhas escolhas (por ordem alfabética):

1 - 007 Contra Golfinger: O melhor dos filmes de uma saga incontornável

nemo cover.jpg

2 - À Procura de Nemo: A animação é deslumbrante, a história simples, mas muito eficaz no equilibrio entre o humor e o drama. Como sempre acontece na Pixar.

3 - Amor Cão: Várias história que se cruzam para formar um filme poderoso e marcante. 

4 - Barreira Invisível: Nunca o horror da guerra foi filmado com tanta beleza.

5 - O Bom, O Mau e o Vilão: A realização e a banda sonora são de cortar a respiração.

6 - Casablanca: Edição Especial: Obra prima incontornável, com a vantagem de nesta edição o filme ser acompanhado de um interessantíssimo comentário de Roger Ebert e mais alguns excelentes extras.

7 - Cinema Paraíso: Edição de Coleccionador: Um dos filmes mais perfeitos que já vi, pura magia.

8 - Delicatessen: A criatividade de Jeunet não tem par, e este o o melhor exemplo so seu génio.

9 - Doutor Jivago: Uma obra impar, com grandes interpretações e a realização soberba de David Lean.

10 - E.T. O Extra Terrestre: Edição Especial: A magia de Spielberg no seu melhor.

11 - O Fabuloso Destino de Amélie: Um dos filmes mais apaixonantes e sinceros dos últimos anos.

fahrenheit911r1artworkpic1.jpg



12 - Fahrenheit 9/11: Edição Especial: Apesar de ser algo parcial, este documentário é uma obra que merece ser vista.

13 - Forrest Gump: Edição Especial: Interpretação brilhante de Tom Hanks, uma história que é uma lição de vida.

iron giant.JPG

14 - O Gigante de Ferro: Edição Especial: Brad Bird transforma em ouro tudo o que toca, um dos melhores filme de animação já feitos e, curiosamente, um dos mais desconhecidos.

15 - O Gladiador: Edição Especial: este filme é desclumbrante para quem gosta de épicos cheios de acção, mas o que dizer dos extras?

16 - O Grande Peixe: Tim Burton assina aqui um dos seus melhores filmes, uma obra marcante e inspiradora.

spiderman2r1artworkpic1.jpg

17 - Homem-Aranha 2: Grande filme de acção, que no entanto não se esquece de dar coração ás suas personagens

incredibles-dvd.jpg

18 - Incredibles: Os Super Heróis:  Brad Bird criou com este filme um verdadeiro clássico, não só para as crianças mas também para os adultos. Durante todo o filme não pude evitar olhar para o ecrã sempre com um enorme sorriso.

19 - Trilogia Indiana Jones: Indispensável para quem goste de um bom filme de aventura.

20 - Os Intocáveis: Qual Padrinho, qual tudo bons rapazes, este é o melhor filme de gangsters.

21 - Janela Indiscreta: Incrível como um filme passado quase todo no mesmo espaço pode ser tão cativante, Hitchcok é um génio.

22 - Jurassic Park: Nunca mais me vou esquecer da experiência que foi ver dinossaurios pela primeira vez...

23 - Kill Bill Vol.1

kill bill 2.jpg

24 - Kill Bill Vol.2: A saga da Noiva é mais uma obra prima de Tarantino, mesmo quase sem extras, estas edições são indispensáveis, os filme valem bem a pena.

25 - King Kong: Um marco histórico no mundo dos efeitos especiais, e uma grande aventura.

a_lista_de_schindler_edicao_especial.jpg



26 - A Lista de Schindler: Edição Especial: Talvez o melhor filme de Spielberg, o que é um grande elogio...

27 - Lost in Translation - O Amor é um Lugar Estranho: Nunca tinha sido mostrado de maneira tão simples como é complicado o amor.

28 - Matrix: Um argumento genial, efeitos especiais inovadores... só é pena que os dois filmes seguintes tenham sido cada vez piores.

29 - Monstros e Companhia: O segredo da Pixar está nas história, esta é perfeita, mais uma vez.

30 - Ocean's Eleven - Façam as Vossas Apostas: Um filme com muito, muito estilo.

31 - The Other - Os Outros: Este filme é técnicamente deslumbrante, a edição dvd é mesmo muito boa.

32 - O Pianista: Mesmo que o resto fosse mau (e não é!), só pela cena em que a personagem principal toca piano frente ao militar alemão, toda a gente deveria ter este filme em casa. Assombroso.

pirates.jpg

33 - Piratas das Caraíbas: A Maldição do Pérola Negra: O melhor filme de aventuras desde Indiana Jones. Interpretação genial de Johnnie Depp.

34 - Predador: Edição Especial: Muita acção, muito bem filmada por McTiernan.

35 - O Príncipe do Egipto: Aqueles que pensam que o melhor filme de animação da DreamWorks é Shrek não terão visto este. Banda Sonora fantástica.

36 - À Procura da Terra do Nunca:  Uma história tão inspirada como inspiradora, um dos mais belos filmes dos últimos anos.

dvd-pulpfiction.jpg

37 - Pulp Fiction: Edição Especial: Os diálogos brilhantes de Tarantino no seu melhor.

38 - Quanto Mais Quente Melhor: Edição Especial: Charme e acutilância, como há muito não se vê numa comédia.

39 - O Rei Leão: O último grande filme produzido pela Disney.

40 - Seven: Edição Especial: Um história cativante, com um final que marcou uma geração de cinéfilos.

41 - Trilogia O Senhor dos Anéis: Edições Especiais: Uma edição em dvd tão épica como os próprios filmes, indispensável.

42 - O Sexto Sentido: O filme de revelou o génio de Shyamalan.

43 - Shrek: Um dos filmes mais divertidos de sempre.sideways.jpg

44 - Sideways: Alexander Payne criou com este filme personagens que ficam connosco muito depois do filme ter terminado.

45 - Signs - Sinais: Uma inteligênte reflecção sobre religião e as crenças que influênciam o nosso dia a dia. 

2.JPG

46 - Star Wars (Os cinco filmes): Os filmes que provavelmente mais influenciaram a maneira como se faz cinema. Mesmo a edição de A Ameaça Fantasma (certamente o filme mais fraco desta lista), merece um lugar em qualquer colecção, nem que seja pelos excelentes extras.

47 - O Tigre e o Dragão: Pura poesia em movimento.

uh.JPG

48 - A Última Hora: Um filme brutal sobre a América pós 11 de Setembro.

49 - Vanilla Sky: Um dos filmes que mais dividou a crítica nos últimos anos. A sensibilidade de Cameron Crowe não é do agrado de todos, mas quem se indentificar com ela será amplamente recompensado.

50 - A Vila: Realização e fotografia de cortar a respiração. Brice Howard tem uma interpretação de grande nível.



Prémios Lumière 2005 - Os Vencedores

lumiere4xb.jpg

Aqui estão finalmente os vencedores da primeira edição dos prémios Lumière. O grande vencedor acabou por ser Eternal Sunshine of the Spotless Mind (O Despertar da Mente) que teve quatro nomeações. Em baixo está a lista completa dos vencedores, assim como dos segundos classificados. Cada filme vencedor é ainda acompanhado com algumas frases dos membros da Academia.

MELHOR FILME

O Despertar da Mente (Eternal Sunshine of the Spotless Mind)


Simplesmente genial. A grande obra prima de 2004 - Miguel Lourenço Pereira

Eternal Sunshine provou que filmes podem falar de romance de uma maneira
simples sem utilizar os habituais clichês do género. - Gabriel Carneiro

Um filme que toca fundo no coração de quem o viu. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Lost in Translation)


MELHOR REALIZADOR

Quentin Tarantino (Kill Bill vol.2)


Tarantino é um génio. - Gabriel Carneiro

Só um génio seria capaz de fazer um filme com tantas referências ao cinema
e ainda fazer um filme como Kill Bill. - Alexandre Barbosa

A sua realização adapta-se totalmente aos diferentes ritmos como mais
ninguém consegue fazer. - Pedro Serra/Fernando Campos

A originalidade e génio de Tarantino marcam realmente a diferença. - João Farinha

(2º Lugar - M. Night Shyamalan (A Vila))


MELHOR ACTOR

Bill Murray (Lost in Translation)


O olhar de Murray num dos cartazes de Lost in Translation diz mais que
mil palavras.- Fernando Campos/Pedro Serra

À primeira vista parece uma interpretação algo contida, mas só até
repararmos como Murray consegue passar ao espectador tantas emoções sem ter
de dizer uma palavra, só através de pequenos gestos ou de um olhar. - João
Farinha

 (2º Lugar - Jim Carrey (O Despertar da Mente))


MELHOR ACTRIZ

Kate Winslet (O Despertar da Mente)


Não se via uma performance tão carnal desde os dias de glória de
Elizabeth Taylor. - Miguel Lourenço Pereira
Winslet encarna a personagem do ano. - Gabriel Carneiro

(2º Lugar - Bryce Dallas Howard (A Vila))


MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Benicio del Toro (21 Gramas)



Não se viu este ano raiva, emoção e devoção condensados de forma tão
perfeita como a da performance de Del Toro em 21 Gramas. - Miguel Lourenço
Pereira

Del Toro tem uma entrega total ao seu papel em 21 Gramas, numa interpretação impressionante. João Farinha

(2º Lugar - David Carradine (Kill Bill vol.2))


MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Darryl Hannah (Kill Bill vol.2)

Mais um come-back genial de Tarantino. - Alexandre Barbosa

Daryl Hannah irradia perversidade e ódio pela heroína de modo
inesquecível. Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Irmã P. Hall (Ladykillers))


ACTOR REVELAÇÃO

Freddie Highmore (À Procura da Terra do Nunca)

O child-actor do ano. - Pedro Serra/Fernando Campos

Com apenas 12 anos a sua representação em Finding Neverland mostra uma
maturidade notável para a sua idade. - João Farinha

(2º Lugar - Rodrigo de la Serna (Diários de Che Guevara))


ACTRIZ REVELAÇÃO

Bryce Dallas Howard (A Vila)


Que grande interpretação oferece Bryce Howard. Com apenas um filme já promete ser uma das grandes actrizes da sua geração. - João Farinha

Bryce dá show em The Village. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Scarlett Johansson (Lost in Translation))


MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

O Despertar da Mente (Eternal Sunshine of the Spotless Mind)

Obrigado Kauffman. - Alexandre Barbosa

Kauffman é sem dúvida o maior argumentista dos nossos dias. - Miguel
Lourenço Pereira

Com este argumento Kaufman consegue abordar o amor de uma maneira original, o que não é fácil, mas mais importante, de uma maneira mais verdadeira e inspirada que algum filme até hoje. - João Farinha

(2º Lugar - Lost in Translation)


MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

À Procura da Terra do Nunca (Finding Neverland)


Um filme que faz o coração mais duro soltar uma lágrima. - Miguel Lourenço
Pereira

(2º Lugar - O Grande Peixe)


MELHOR DOCUMENTÁRIO

Fahrenheit 9/11


Fahrenheit é um grande obra de cinema. - João Farinha

Nunca mais ninguém vai voltar a olhar para Bush da mesma maneira. - Miguel
Lourenço Pereira

(2º Lugar - Capturing the Friedmans)


MELHOR FILME ANIMADO 

Incredibles - Os Super Heróis(The Incredibles)


Além de um sucesso de marketing, a família Incredible é o símbolo da
criatividade e competência da Pixar. - Fernando Campos/Pedro Serra

The Incredibles vai directamente para a minha lista de filmes absolutamente
perfeitos, tão perfeito quanto um filme pode ser. - João Farinha

 (2º Lugar - Belleville Rendez-Vous)


MELHOR BANDA SONORA

Lost in Translation


Sofia Copolla consegue fazer da sua banda Sonora um dos grandes albums de
2004. Juntar singles como Alone in Kyoto, Too Young ou Just Like Honey é de
pedir e chorar por mais. - Miguel Lourenço Pereira

Palavras para quê? - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - A Vila)


MELHOR TEMA

Everybody´s Gotta Learn Sometimes - Beck (O Despertar da Mente)


Com este tema, Eternal Sunshine consegue um dos finais mais perfeitos da
história do cinema. Saímos da sala com a lágrima no olho, muito por culpa de
um senhor chamado Beck. - Miguel Lourenço Pereira.

(2º Lugar - Just Like Honey (Lost in Translation))


MELHOR MONTAGEM

Kill Bill vol.2


Não existe um segundo a mais no filme de Tarantino. - Fernando Campos/Pedro
Serra

(2º Lugar - Eternal Sunshine)


MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA

O Fantasma da Ópera (Phantom of the Opera)


Joel Schumacher transporta de forma genial o universo de Andrew Lloyd Webber para o cinema, fazendo deste Phantom um dos filmes do ano. - Miguel
Lourenço Pereira

(2º Lugar - Cold Mountain)


MELHOR CINEMATOGRAFIA

A Vila (The Village)


Uma fotografia belissima, ao nível da obra-prima de Shyamalan. - Miguel
Lourenço Pereira

 (2º Lugar - Rapariga com um Brindo de Pérola)


MELHOR MAQUILHAGEM

Monstro (Monster)

A jeitosa Charlize nunca teria conhecido a ribalta se fosse realmente
assim. A maquilhagem foi meio Óscar... - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Rapariga com um Brinco de Pérola)


MELHOR GUARDA ROUPA 

O Fantasma da Ópera(Phantom of the Opera)

Uma verdadeira extravaganza de guarda roupa que dão ainda mais magia ao
filme. - Miguel Lourenço Pereira

(2º Lugar - Rapariga com o Brinco de Pérola)


MELHOR EFEITOS VISUAIS

O Dia Depois de Amanhã (The Day After Tomorrow)


A ILM, empresa de efeitos de George Lucas, continua a dar cartas no ramo dos
efeitos especiais. The Day After Tomorrow era um filme complexo que exigia
uma enorme quantidade de efeitos em quase todas as cenas, e a
espectacularidade visual do filme é algo que sem dúvida merece ser vista. - João Farinha

 (2º Lugar - Eu, Robot)


MELHOR EFEITOS SONOROS

Eu, Robot (I, Robot)


A conjugação de tantos efeitos visuais com o mundo real através do som é
uma aposta ganha por I, Robot. - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Homem-Aranha 2)


MELHOR SOM

Kill Bill vol.2


As referências trazidas por Tarantino através dos sons, são espetaculares. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Homem-Aranha 2)


MELHOR FILME EM PORTUGUÊS

Carandiru

A ideia de Babenco é genial. - Alexandre Barbosa

“Carandiru é um dos melhores filmes brasileiros da actualidade. - Gabriel
Carneiro

(2º Lugar - Noite Escura)


MELHOR REALIZADOR EM PORTUGUÊS

Hector Babenco

Coragem é a palavra chave da realização de Babenco. -  Miguel Lourenço
Pereira

Um director que se mostra omnipresente ao longo do filme, mostrando com
subtileza os dramas que se passa na cadeia. - Gabriel Carneiro

(2º Lugar - João Canijo)


MELHOR ACTOR EM PORTUGUÊS

Rodrigo Santoro

Uma performance notável de um dos meninos bonitos do cinema brasileiro da
actualidade. - Miguel Lourenço Pereira
Santoro supera todos os preconceitos. - Alexandre Barbosa

(2º Lugar - Nicolau Breyner)


MELHOR ACTRIZ EM PORTUGUES

Beatriz Batarda


É a maior actriz portuguesa da actualidade. - Miguel Lourenço Pereira

Batarda é a coisa mais próxima que temos de uma estrela de cinema em
Portugal. - Fernando Campos/Pedro Serra

(2º Lugar - Ana Bandeira)


PREMIO ESPECIAL ABCINE

Marlon Brando

Marlon Brando merece esta distinção pela sua imensurável e importantíssima
dedicação à arte de representar. - Tiago Teixeira

Brando não foi só um dos maiores actores de todos os tempos como também
provou ser um ícone de uma geração. A sua forma de representar, sensual e
extremamente carnal, fez dele um verdadeiro astro. Capaz de viver
personagens tão diferentes como o angustiado Stan Kowalski ou o ponderado
Vitto Corleone, Brando tem um lugar cativo no coração de todos os amantes do
cinema. A sua morte é uma das maiores perdas de 2004. - Miguel Lourenço
Pereira 

TOTAL DE PRÉMIOS

4 -  Eternal Sunshine of the Spotless Mind
      Kill Bill v.2
3 - Carandiru

2 - Lost in Translation
      The Village
      Finding Neverland
      Phantom of the Opera

1 - 21 Grams
     The Day After Tomorrow
      I Robot
      Monster
      The Incredibles
      Fahrenheit 9/11
      A Costa dos Murmúrios

































































































































































































































































Top 30 - Lista Completa

Aqui está a lista completa dos melhores trinta filmes saídos este ano em dvd, com os links para as respectivas análises ao filme e aos extras. Alguns dos filmes ainda não têm as críticas feitas, algo que espero terminar num futuro próximo.

1. Star Wars
2. O Regresso do Rei
3. Casablanca
4. Kill Bill
5. O Bom, O Mau e o Vilão
6. A Lista de Schindler
7. Pulp Fiction
8. Os Intocáveis
9.Grande Peixe
10. Lost in Tranlation - O Amor é um Lugar Estranho
11. Piratas das Caraíbas
12. À Procura de Nemo
13. O Homem Aranha 2
14. O Homem Que Veio do Futuro
15. Despertar da Mente
16. A Última Hora
17. Fahrenheit 9/11
18. Cidade de Deus
19. O Padrinho
20. A Paixão de Cristo
21. Amigos do Alheio
22. Cães Danados
23. Mystic River
24. Master and Commander
25. Inocente ou Culpado?
26. O Último Samurai
27. Hellboy
28. Harry Potter
29. O Amor Acontece
30. Hulk

Os melhores filmes de animação:

O Rei Leão (The Lion King)

rei leao 3.JPG

O Rei Leão estava inicialmente previsto como um lançamento directo para vídeo. Os responsáveis da Disney estavam portanto longe de imaginar o sucesso que iriam obter com este filme, que se tornou o filme de animação Disney mais rentável de sempre. O filme aborda o tema da  responsabilidade que é passar à idade adulta, e a morte de um ente querido. Discutívelmente este é o melhor filme da Disney, o que apesar dos recentes fracassos do estúdio, não é dizer pouco.

Quanto a extras há espaço para tudo, desde extensos making of para os mais velhos, até pequenos jogos, como um Safari Virtual, para as crianças.

Monstros e Companhia (Monsters Inc)

monsters.JPG

A Pixar é talvez a mais entusiasmante empresa a trabalhar actualmente em Hollywood. Todos os seus filmes e curtas metragens são obras-primas, e não só no que à animação diz respeito, o forte dos filmes da Pixar são mesmo os argumentos dos seus filmes. Histórias inteligentes e personagens muito bem trabalhadas, são a imagem de marca desta empresa.

Monstros e Companhia não é excepção à regra, além uma premissa imaginativa, (do outro lado dos nossos roupeiros é a cidade de Monstropolis, onde vivem os monstros que vêm de noite assustar as criancinhas indefesas, para guardar os gritos, que dão energia à cidade), o forte deste filme é mesmo a forte relação de amizade que se cria entre um dos monstros e um das "indefesas" criancinhas. O humor que percorre toda a narrativa, ajuda tornar este filme num marco do cinema de animação.

Nos extras temos cenas cortadas, um pequeno making of, e as excelentes curtas metragens, Mike's New Car For the Birds, vencedora de um Óscar.

Shrek

shrek.JPG

O grande trunfo de Shrek está na subversão das histórias infantis que sempre conhecemos, e é principalmente isso que faz deste Shrek, não só um excelente filme de animação, como também uma grande comédia. Gags deliciosos vão acontecendo durante todo o filme, muitos até, mais destinados a adultos que a crianças (não que seja material impróprio para crianças, são apenas piadas que elas não vão perceber). Este que é seguramente o melhor filme de animação da Dream Works, e venceu até o Óscar de Melhor filme de animação de 2001, batendo Monstros e Companhia.

À Procura de Nemo (Finding Nemo)

nemo cover.jpg

O mais recente filme da Pixar, conta a história um peixe palhaço (Marlin), obsecado com a segurança do seu filho, que o vê ser levado por mergulhadores, para ser vendido como um peixe de aquário. Marlin inicia então uma viagem, cheia de aventuras, para o recuperar. O filme está cheio de pequenos gags, verdadeiramente hilariantes, desde aqueles protagonizados por Dory, passando pelos tubarões comedores de peixes anónimos, e pela tartaruga Crush (que é muito, muito cool), até ao irónico plano final (que não vou estragar).
A história é simples, mas muito eficaz no equilibrio entre o humor e o drama, abordando temas, como a morte, a super-protecção dos pais em relação aos filhos, e, mais subtilmente a protecção da natureza.

Nos extras também há de tudo, até um making of especialmente feito para crianças. O destaque vai mesmo para a curta metragem Knick Knack, que é qualquer coisa de brilhante, como não podia deixar de ser...

Toy Story 2

toy story 2.JPG

Mais um filme da Pixar, e mais um filme muito bom. Devo admitir que prefiro este ao seu antecessor,  embora também goste bastante de Toy Story.

Quanto à história, desta vez é Woody que tem de ser salvo, o que vai levar a que os brinquedos se juntem para resgatar o amigo, que vai ser vendido para um museu.

Nos extras a destacar a curta metragem Luxo Jr. com o candeeiro que deu origem ao logotipo da companhia.

Outros filme de animação que merecem destaque: Toy Story, Idade do Gelo (Ice Age), Lillo and Stich, Rei Leão 3 (Lion King 3), O Principe do Egipto (The Prince of Egipt) e para os mais crescidos, a Viagem de Chihiro (Sen to Chihiro no Kamikakushi).

Os melhores filmes de Super Heróis em DVD

  batman.JPG

5º - Batman

O primeiro filme da saga Batman, em que o homem morcego enfrenta Joker, o homem que anos antes havia morto os seus pais. Excelentes a realização de Tim Burton e a banda sonora de Danny Elfman. A história podia ser melhor, mas este Batman acaba por ser o melhor dos cinco, e um filme a ver.

Classificação do filme: 4.jpg

O dvd não tem extras.

Classificação do dvd: 1.jpg


hulk.jpg

4º - Hulk

O cientista Bruce Banner (Eric Bana) debate-se com problemas de gestão da sua personalidade.
À sua pacata vida de investigador científico ao lado da ex-namorada Betty Ross (Jennifer Connely) opõe-se um passado doloroso. Um acidente no laboratório conduz à revelação dos impulsos heróicos de Bruce, mas simultaneamente liberta a sua natureza maléfica. Bruce torna-se então no mais poderoso e ambíguo dos seres à face da Terra: Um super-herói e um monstro. Aqui o destaque vai para a engenhosa edição, ao estilo dos quadradinhos da banda desenhada, para os efeitos especiais, mas sobretudo para o rumo que Ang Lee quis dar ao filme, priveligeando a história em relação aos efeitos.

Classificação do filme: 4.jpg

Disponível em duas edições, uma de dois discos, outra de três, ambas recheadas de extras.

Classificação do dvd: 5.jpg


x-men2.jpg

3º - X-Men 2

Odiados e olhados com desconfiança entre humanos e mutantes, o ataque sem razão de um mutante ao Presidente dos Estados Unidos, dá ao General William Stryker (Brian Cox) a sua oportunidade há muito ansiada, para desencadear uma guerra sem limites contra os mutantes. Uma guerra que se deixará viva uma raça.

Xavier (Patrick Stewart), Wolferine (Hugh Jackman), Storm (Halle Berry) e os outros X-Men têm que se unir ao seu antigo adversário Magneto (Ian McKellen) para prevenir um confronto devastador que poderá exterminar todos os habitantes do planeta. Um  grande filme de acção, um divertimento irrepreencível.

Classificação do filme: 4.jpg

Edição de dois discos, com tudo o que possa querer saber sobre o filme.

Classificação do dvd: 5.jpg


unbreakable.JPG

2º - O Protegido

Bruce Willis e Samuel L. Jackson protagonizam este thriller sobrenatural repleto de suspense, cujo surpreendente final permanecerá na sua memória por muito tempo.
Quando David Dunn (Willis) é dado como o único sobrevivente de um violento acidente de comboio, sem sofrer sequer um arranhão, conhece um estranho e misterioso homem (Jackson) que irá alterar a sua vida para sempre.
Aparecendo a David nos momentos mais estranhos, é a presença e insistência de Elijah Price que forçam David a confrontar-se com o seu destino numa jornada de auto-descoberta que certamente o irá surpreender.
Shiamalan brinda-nos com mais um excelente filme, e no seu estilo inconfundível apresenta-nos um super herói mais baseado na realidade.

Classificação do filme: 5.jpg

Cenas cortadas e um Making Of, não vão deixar desiludidos os fãs do filme.

Classificação do dvd: 3,5.jpg


[Error: Irreparable invalid markup ('<img [...] dvd.jpg>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<p align="center">  <img style="width: 115px; height: 149px;" alt="batman.JPG" src="" border="0" height="171" width="171" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/batman.JPG" class=" lazyload-item" /><p align="center"><strong>5º - Batman</strong></p><p align="left">O primeiro filme da saga <strong>Batman</strong>, em que o homem morcego enfrenta Joker, o homem que anos antes havia morto os seus pais. Excelentes a realização de <strong>Tim Burton</strong> e a banda sonora de <strong>Danny Elfman</strong>. A história podia ser melhor, mas este <strong>Batman</strong> acaba por ser o melhor dos cinco, e um filme a ver.</p><p align="left"><strong>Classificação do filme:</strong> <img style="width: 58px; height: 11px;" alt="4.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/4.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p></p><p align="left">O dvd não tem extras.</p><p align="left"><strong>Classificação do dvd:</strong> <img style="width: 62px; height: 12px;" alt="1.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/1.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p><strong><hr></hr></strong><p></p><p></p><p align="center"><img style="width: 163px; height: 149px;" alt="hulk.jpg" src="" border="0" height="171" width="171" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/hulk.jpg" class=" lazyload-item" /><p align="center"><strong>4º - Hulk</strong></p><p></p><p align="left">O cientista Bruce Banner (<strong>Eric Bana</strong>) debate-se com problemas de gestão da sua personalidade.<br>À sua pacata vida de investigador científico ao lado da ex-namorada Betty Ross (<strong>Jennifer Connely</strong>) opõe-se um passado doloroso. Um acidente no laboratório conduz à revelação dos impulsos heróicos de Bruce, mas simultaneamente liberta a sua natureza maléfica. Bruce torna-se então no mais poderoso e ambíguo dos seres à face da Terra: Um super-herói e um monstro. Aqui o destaque vai para a engenhosa edição, ao estilo dos quadradinhos da banda desenhada, para os efeitos especiais, mas sobretudo para o rumo que <strong>Ang Lee </strong>quis dar ao filme, priveligeando a história em relação aos efeitos.</br><p align="left"><strong>Classificação do filme:</strong> <img style="width: 58px; height: 11px;" alt="4.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/4.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p></p><p align="left">Disponível em duas edições, uma de dois discos, outra de três, ambas recheadas de extras.</p><p align="left"><strong>Classificação do dvd:</strong> <img style="width: 62px; height: 12px;" alt="5.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/5.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p><strong><hr></hr></strong><p></p><p align="center"><img style="width: 171px; height: 149px;" alt="x-men2.jpg" src="" border="0" height="171" width="171" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/x-men2.jpg" class=" lazyload-item" /><p align="center"><strong>3º - X-Men 2</strong></p><p></p><p align="left">Odiados e olhados com desconfiança entre humanos e mutantes, o ataque sem razão de um mutante ao Presidente dos Estados Unidos, dá ao General William Stryker (<strong>Brian Cox</strong>) a sua oportunidade há muito ansiada, para desencadear uma guerra sem limites contra os mutantes. Uma guerra que se deixará viva uma raça. </p><p>Xavier (<strong>Patrick Stewart</strong>), Wolferine (<strong>Hugh Jackman</strong>), Storm (<strong>Halle Berry</strong>) e os outros X-Men têm que se unir ao seu antigo adversário Magneto (<strong>Ian McKellen</strong>) para prevenir um confronto devastador que poderá exterminar todos os habitantes do planeta. Um  grande filme de acção, um divertimento irrepreencível.</p><p align="left"><strong>Classificação do filme:</strong> <img style="width: 58px; height: 11px;" alt="4.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/4.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p></p><p align="left">Edição de dois discos, com tudo o que possa querer saber sobre o filme.</p><p align="left"><strong>Classificação do dvd:</strong> <img style="width: 62px; height: 12px;" alt="5.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/5.jpg" class=" lazyload-item"> </img><hr> <p align="left"></p><p align="center"><img style="width: 101px; height: 143px;" alt="unbreakable.JPG" src="" border="0" height="171" width="171" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/unbreakable.JPG" class=" lazyload-item" /><p align="center"><strong>2º - O Protegido</strong></p><p></p><div align="justify"><strong>Bruce Willis</strong> e <strong>Samuel L. Jackson </strong>protagonizam este thriller sobrenatural repleto de suspense, cujo surpreendente final permanecerá na sua memória por muito tempo.<br>Quando David Dunn (Willis) é dado como o único sobrevivente de um violento acidente de comboio, sem sofrer sequer um arranhão, conhece um estranho e misterioso homem (Jackson) que irá alterar a sua vida para sempre.<br>Aparecendo a David nos momentos mais estranhos, é a presença e insistência de Elijah Price que forçam David a confrontar-se com o seu destino numa jornada de auto-descoberta que certamente o irá surpreender. <br>Shiamalan brinda-nos com mais um excelente filme, e no seu estilo inconfundível apresenta-nos um super herói mais baseado na realidade.</br><p align="left"><strong>Classificação do filme:</strong> <img style="width: 58px; height: 11px;" alt="5.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/5.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p></p><p align="left">Cenas cortadas e um Making Of, não vão deixar desiludidos os fãs do filme.</p><p align="left"><strong>Classificação do dvd:</strong> <img style="width: 62px; height: 12px;" alt="3,5.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/3,5.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p align="center"><strong><hr></hr></strong><p></p><p align="center"><img style="width: 171px; height: 149px;" alt="spider" src="" dvd.jpg="" man="" border="0" height="171" width="171" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/spider%20man%20dvd.jpg" class=" lazyload-item" /><p align="center"><strong>1º - Homem-Aranha</strong></p><p></p><p align="left">Peter Parker (<strong>Tobey Maguire</strong>) é um rapaz vulgar que vive com os seus adorados tios, estando secretamente apaixonado pela rapariga que vive na casa ao lado, Mary Jane (<strong>Kirsten Dunst</strong>).<br>Quando uma 'super-aranha' modificada geneticamente o morde durante uma visita de estudo, Peter desenvolve estranhas capacidades - uma força e uma agilidade fantásticas, poderes de percepção sobrenaturais e um enorme talento aracnídeo. Mas é só quando a tragédia lhe bate à porta que Peter decide utilizar os seus novos poderes para lutar contra o crime, sob uma identidade secreta: HOMEM-ARANHA! Quando o diabólico Duende Verde (<strong>Willem Dafoe</strong>) ataca Nova Iorque e põe em perigo a vida de Mary Jane, Peter promete a si mesmo derrotar o seu arqui-inimigo e conquistar o coração da rapariga que ama. Talvez até não seja o melhor filme em relação aos anteriores, mas é sem dúvida o meu preferido, talvez pela minha preferência em relação ao super herói em si. Pode não ser um filme perfeito, mas a experiência é de cinco estrelas.<br /><p align="left"><strong>Classificação do filme:</strong> <img style="width: 58px; height: 11px;" alt="5.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/5.jpg" class=" lazyload-item"> </img><p></p><p align="left">Disponível em duas edições, uma de dois discos, outra de três, ambas muito boas.</p><p align="left"><strong>Classificação do dvd:</strong> <img style="width: 62px; height: 12px;" alt="4,5.jpg" src="" border="0" height="344" width="248" data-src="http://dvd.blogs.sapo.pt/arquivo/4,5.jpg" class=" lazyload-item"> </img></p></p></br></p></p></p></p></p></br></br></div></p></hr></p></p></p></p></p></p></p></p></p></p></p></p>